domingo, 31 de agosto de 2008

AVAÍ 3 X 0 BARUERI

NA RESSACADA NINGUÉM GANHA DO LEÃO

Foto: Hermínio Nunes

O placar foi dilatado, mas foi uma das partidas mais "encardidas" para o Avaí, principalmente no primeiro tempo. O time paulista veio com uma proposta diferente da maioria dos times que enfrentam o Avaí na Ressacada. Foi duro na marcação e tinha uma proposta de ataque. A postura do Grêmio Barueri dificultou bastante as ações ofensivas do time avaiano. Porém, o Avaí soube construir, mais uma vez, passo a passo, esta vitória importante em um jogo de seis pontos.


Foi uma das melhores partidas este ano na Ressacada, repleta de emoções do começo ao fim. O torcedor estava ansioso, pois sabia que um tropeço seria extremamente prejudicial. Perdendo o Avaí cairia para a quinta posição e empatando estacionaria na quarta colocação. Mas nada disso aconteceu. Foi a vitória da maturidade, como salientou Silas, em entrevista, após o jogo.


No final do primeiro tempo o maestro Marquinhos converteu o pênalti (corretamente marcado pelo árbitro da partida em um toque de mão do zagueiro) que deu maior tranquilidade ao time. O time avaiano voltou muito bem no segundo tempo e não demorou para alcançar o segundo gol, desta vez marcado por Evando. E para encerrar a fatura, Odair da entrada da área marcou um golaço, que tranquilizou de vez a massa avaiana presente ao estádio. Aliás, uma festa bonita fez a torcida do Avaí na Ressacada. Com a ajuda das bandeiras comemorativas aos 85 anos do clube (doadas pela RBS) e de muitos sinalizadores a torcida fez a sua parte, assim como os jogadores fizeram a sua parte em campo. Convém destacar, também, a boa estréia do atacante William. Para ele não tem bola perdida. É um jogador de muita garra, que vai ser muito útil ao time. Gostei, também, da atuação do Fábio Fidélis pela esquerda.


Mas a luta continua... Sábado que vem mais uma pedreira. O Avaí joga contra o "ramalhão" Santo André no ABC paulista em mais uma batalha de 6 pontos. O time não poderá contar com o chefe Batista, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Mas este ano a torcida está mais confiante, pois o Avaí tem um excelente elenco. Wendel, com certeza, irá subsituir Batista à altura. Abrimos uma razoável distância do quinto colocado, que é o próprio Barueri.


Resumindo... O Avaí fez o que tinha que fazer: Em casa tem que matar !!!

sexta-feira, 29 de agosto de 2008

WILLIAM

CHEGOU MAIS UM MATADOR


Se o Avaí tem o ataque mais positivo da competição e isso já causa calafrios nas defesas adversárias, chegou mais um que gosta de estufar as redes. O nome de William já está no BID e ele já poderá compor o banco de reservas no jogo contra o Barueri. É um bom companheiro para o Evando no ataque e vai ser mais uma boa dor-de-cabeça para SIlas quando o Abuda estiver em condições de retornar.

SÁBADO, NÃO ESQUEÇAM...
TODOS OS CAMINHOS LEVAM À RESSACADA!

quinta-feira, 28 de agosto de 2008

NOTÍCIAS DO PRÓXIMO ADVERSÁRIO


AVAÍ X BARUERI
JOGO DE 6 PONTOS

O discurso no Barueri é evitar a ansiedade para recuperar a posição e ficar sempre no bloco dos primeiros colocados, mesmo porque, o próximo adversário é o vice-líder Avaí, em Santa Catarina.

O elenco não esconde o otimismo por mais um triunfo, mas garante que o trabalho para chegar à Série A é a longo prazo.

- Essas três vitórias que o time conseguiu nos deram muita moral para enfrentar o Avaí. Queremos estar sempre entre os líderes para chegar com condições no final. É lógico que se pudermos ficar entre os quatro melhores e tivermos ‘gordura para queimar’ será melhor, mas o objetivo é ficar no bloco principal – disse o volante Rodrigo Pontes para o LANCENET.

O volante Goeber usa a mesma projeção que seu companheiro de equipe, mas lembra que o confronto direto contra os catarinenses pode fazer do jogo uma final.

- É uma das decisões, o Avaí é um dos nossos concorrentes diretos pela vaga. Será uma batalha e o pensamento nessa rodada é não deixar os outros times se distanciarem – falou o jogador à reportagem.

Goeber conta que o time que pontuar mais em casa sairá na frente para ficar com uma das quatro vagas à elite do futebol nacional e esta é uma boa chance de tirar pontos de um adversário.

- Fator campo conta muito, a equipe que não perder dentro de casa e ‘beliscar’ um ponto fora leva vantagem. Tivemos um deslize contra o Vila Nova e buscar um ponto fora de casa é importante.

Exceção feita ao Corinthians, que abriu vantagem na liderança, o equilíbrio é a tônica pela disputa das outras três vagas à Série A. Quinto colocado, o Barueri está apenas três pontos atrás do Avaí e cinco na frente do décimo colocado, o Bragantino. A boa fase começou com a chegada do técnico Márcio Araújo, que tem 100% de aproveitamento. Nas três partidas em que esteve no comando, o Barueri não sofreu nenhum gol e marcou quatro contra o Juventude, dois contra o Gama e um contra o Marília.

Fonte: Site FutNet

quarta-feira, 27 de agosto de 2008

BOA NOTÍCIA


SILAS RENOVOU ATÉ 2009

Em um esforço da diretoria para manter as ações condizentes com o planejamento foi anunciada, ontem, após o jogo contra o ABC, a permanência de Silas no comando técnico do Avaí até o fim da temporada de 2009. É claro que a profissão de técnico é uma das mais instáveis no Brasil e que depende muito dos resultados obtidos em campo. Mas cabe ressaltar e elogiar a postura da diretoria de se antecipar ao mercado e fazer uma boa oferta de continuidade no bom trabalho de Silas.

OBS: Ouvi dizer que alguns jogadores que acessam a Internet gostam de navegar pelos blogs avaianos para saber o que sua torcida anda comentando pela Rede. Não sei se o Silas também tem este costume de dar uma espiadinha nos blogs azurras. Mas independente disso, o Blog Sou Avaí transmite ao treinador Silas os parabéns pelo seu aniversário nesta data e muitas felicidades em sua vida profissional e pessoal. Que ele continue dando muitas alegrias para a torcida avaiana.
PARABÉNS SILAS.

ABC 1 X 1 AVAÍ

SEGUE A CAMINHADA...


Todos já sabiam... A partir de agora, cada partida disputada é UMA FINAL. As situações vão se afunilando. Quem está lá em baixo quer subir, quem está nas primeiras posições quer permanecer. E esta partida contra o ABC de Natal foi mais uma prova disso. Os torcedores presentes ao estádio Frasqueirão fizeram a sua parte: cantaram, gritaram, teve até bandinha para empurrar o time potiguar para uma vitória. E foi no calor da torcida que o time do ABC abriu o placar no início do jogo com um gol do atacante Alexandre "Pedalada".

O mais importante foi que o time do Avaí não desmontou seu esquema e após sofrer o revés do gol potiguar, praticamente dominou as ações pelo restante do jogo. É claro que o Avaí sentia os desfalques, mas os substitutos em nenhum momento foram ineficientes. A marcação dura do ABC e a empolgação da torcida mantiveram o placar adverso ao time catarinense até aos 41 minutos do segundo tempo, quando Batista (o melhor em campo na minha opinião) em boa jogada na pequena área sofreu o pênalti, convertido por Evando.

O próximo jogo é mais uma pedreira e vale 6 pontos. O Avaí precisa ganhar para se distanciar no topo da tabela de classificação. Para este jogo teremos o retorno de Emerson e Marcus Vinícius e, provavelmente, William já estará no banco de reservas para entrar a qualquer momento.

Mais uma vez a presença da torcida azurra é importante. O jogo será sábado, às 20:30 h. Vamos fazer a festa e torcer para mais uma vitória na bela Ressacada.

segunda-feira, 25 de agosto de 2008

MAIS UMA BOA CRÔNICA DO AVAIANO


Vento, Avaí e o Olimpo

Sérgio da Costa Ramos


Dividi minhas madrugadas entre torcer para improváveis medalhas de ouro e acompanhar o futebol - com foco (como se diz, no jargão do futebol) na epopéia avaiana rumo à Série A.

Primeiro, pedi a Deus que ajudasse as meninas do Brasil a conquistar o ouro no futebol. Elas derramaram no Estádio dos Trabalhadores, em Pequim, todo o seu suor e arte. Dominaram o jogo por longos 120 minutos. Mas, por um capricho dos deuses do Olimpo, a medalha de ouro lhes foi cruelmente negada, subtraindo de Marta & Cia. o prêmio mais do que merecido. As divindades do esporte exibem, às vezes, preferências perfeitamente insensatas, como o ouro dado às americanas - praticantes de um futebol feio e robotizado.

Depois, dizem que Deus é brasileiro. Se fosse, não teria permitido o desencanto de Marta:

- Meus Deus, no que foi que errei?

Só não posso dizer que o Senhor não é paciente. Minha carteira de pedidos aos Céus é francamente "abusiva". Para compensar o futebol, roguei ao Senhor que desse ao Vôlei masculino o mesmo ouro que abençoara Paula Pequeno, Fabi, Waleska, Mari, Sheila e Fofão. Em pura perda. Deus, não somente ignorou o meu apelo, como deu aos EUA um nítido 3 a 1, em que foi incontestável a superioridade americana.

Descobri que Deus não estava "nem aí" para o Brasil nesta Olimpíada. Para uma delegação de quase 280 pessoas, sendo 40 "cartolas", o Brasil passeou em Pequim a bordo daquela máxima "demodée" do Barão Pierre de Coubertin:

- No esporte, o importante é competir...

Tudo bem. Mas que os atletas ao menos deixassem derramado o seu suor no campo das batalhas, ao contrário da preguiça exibida, sem qualquer pudor, pelo futebol brasileiro, na sua ridícula atuação contra a Argentina.

Freqüentemente envio preces a Deus e aos santos, para que socorram meus times de futebol.

Nem sempre Eles me atendem, até porque as outras torcidas também rezam - com maior contrição e virtude, suponho. Acho que o Todo-Poderoso não gosta muito de se comprometer com a paixão dos estádios, até porque das arquibancadas se desprendem amor e ódio, em iguais proporções.Nelson Rodrigues, esse "Papa" das paixões humanas, advertia:

- Torcida é paixão, é euforia, é fúria, é embriaguez. Ninguém vai de fraque e monóculo a um campo de futebol. Ao começar uma partida, a saliva começa a engrossar na boca. E pende, grossa e elástica, como o suor dos cavalos.

Compassivo, o Senhor não deixou de comparecer à Ressacada na noite de sexta-feira, noite de "Velho Vento" - o eólio avaiano que, de vez em quando, entra em campo com o Avaí, para jogar junto com os atletas.

Eu já sabia que Cruz e Sousa, o lendário simbolista, craque como Mallarmé e Baudelaire, era avaiano "roxo". Desde que o sublime negão marcara um gol com a perna do "vento", em tabelinha com o artilheiro Evando, em 2004. Agora, o parceiro escolhido foi ninguém menos que o goleiro Eduardo Martini, que há de ter ouvido o segredo:

- Manda um balão alto, que o "Vento Sul" dará bom rumo...

O gol do vento, personificado por Cruz, confirma o crítico Roger Bastide:

- Cruz e Sousa é "um místico", "um transcendente".

Logo, um competente "demiurgo", ou seja, um excelente meia-de-ligação com Deus.

Resumo: o "Homem" é alviceleste, por óbvio, e nosso Cruz é o novo reforço do técnico Silas, rumo à Série A, sem escalas no Purgatório.

HOMENAGEM AO VÔLEI BRASILEIRO NAS OLIMPÍADAS




domingo, 24 de agosto de 2008

100 %

Esta foto encontrei no blog AvaiNet.
É uma justa homenagem ao jogador-torcedor Marquinhos. A cada partida ele vem crescendo de produção e marcando gols.

Parabéns ao jogador Marquinhos pela centésima partida (contra o Paraná) com a camisa do Avaí.

sábado, 23 de agosto de 2008

AVAÍ 3 X 1 PARANÁ

VITÓRIA IMPORTANTE EM NOITE HISTÓRICA



Não foi uma simples vitória. Foi, acima de tudo, histórica.


Em primeiro lugar pelo adversário que, mesmo ocupando as últimas colocações na tabela do Campeonato Brasileiro, foi valente e buscou com todo empenho reverter o resultado que lhe era desfavorável. Não tenho dúvida que o Paraná Clube, com as contratações que fez, tem tudo para escapar da incômoda zona de rebaixamento.


O Avaí teve que ralar para sair de campo com três pontos. Mas foi uma vitória merecida. Aliando a competência à sorte de campeão o Avaí abriu o placar com um gol inusitado do goleiro Eduardo Martini. Num lance raro no futebol ele emplacou um GOLAÇO ao chutar a bola para o campo adversário. Com a ajuda do vento sul a bola tomou velocidade e encobriu o arqueiro adversário, Mauro, que fazia sua estréia no time paranista. Ele nada pode fazer para evitar o primeiro gol do time avaiano. (VEJA O GOL - CLIQUE AQUI)


Outro fato histórico foi a comemoração da 100a partida do Marquinhos vestindo a camisa do Avaí. Ele jogou com a camisa 100 e não deixou por menos. Marcou o segundo gol do Avaí. Aliás, neste gol mais um fato histórico. Foi o centésimo marcado pela artilharia do Avaí na temporada.

Entretanto, no finalzinho do primeiro tempo, o Paraná conseguiu descontar com Cristhian escorando um cruzamento da esquerda. Para fechar o placar, Evando marcou de pênalti, no início do segundo tempo, consolidando mais uma importante vitória do Leão da Ilha. O quarto gol poderia ter saído dos pés de Rafael Costa, que ganhou um presente do zagueiro adversário, mas cara a cara não teve a tranquilidade de tocar para as redes.


Agora é focar no ABC de Natal. Jogando no Frasqueirão o time potiguar costuma ser vitorioso. Mas há muita chance do Avaí trazer pontos de lá, mesmo jogando sem Emerson e Marcus Vinicius, suspensos pelo terceiro cartão amarelo. Este jogo acontecerá na próxima terça-feira às 21:45 h.



quinta-feira, 21 de agosto de 2008

NOTÍCIAS DO PRÓXIMO ADVERSÁRIO


Com seis derrotas seguidas na bagagem, o técnico do Paraná, Paulo Comelli, aposta em mudanças para o Tricolor Paranaense voltar a vencer pelo Campeonato Brasileiro da Série B.


No jogo desta sexta-feira, às 20h30, na Ressacada, em Florianópolis, o comandante paranista poderá mexer em até seis posições em relação ao time que enfrentou o Santo André.


O goleiro Mauro, recém-contratado, deverá assumir a camisa 1. Na lateral-esquerda, Fabinho, que já jogou pelo Paraná de 2001 a 2003, ganhou a vaga de Rogerinho. Já o volante Vagner se recuperou de lesão e tem seu retorno assegurado. As outras mudanças deverão acontecer no meio e no ataque. No setor de criação, Everton, negociado em definitivo com o Flamengo, não enfrenta o Avaí e Gláucio pode ser o titular ao lado de Cristian. E o ataque contará com uma dupla de estreantes: Cristiano, contratado junto ao J. Malucelli, e Ricardinho, oriundo do Ipatinga. Ambos tiveram suas situações regularizadas na CBF e formaram o ataque no treino coletivo de quarta.
Fonte: Site FutNet


Reproduzo - na íntegra - a postagem do blog do Faraco, porque achei interessante a análise que ele faz das partidas em que o Avaí poderá somar pontos importantes. Avaliem:


Vai começar o returno - O Avaí vai subir...
O Avaí vai subir - Esta é a minha opinião HOJE.
O Avaí vai subir para a série A do ano que vem.
Aqui vão alguns argumentos.
Primeiro: o time é ótimo. Tem consistência e mostra isso rodada a rodada. Tem comando e saber o que fazer em campo - dentro e fora de casa.
Segundo: a firmeza na manutenção dos principais jogadores e a chegada de reforços importantes. Firmeza da diretoria e dos próprios atletas.
Terceiro: a pontuação que fez no turno. O que construiu até agora. 35 pontos(pouco mais 61% de aproveitamento).

Quais são os DEZ jogos do Avaí? Sim, porque numa matemática simples, são DEZ jogos necessários, para DEZ vitórias necessárias, para TRINTA pontos necessários.

Jogos que considero pra vencer – São ONZE!
01 - Paraná em casa
02 - Fortaleza em casa
03 - América de Natal em casa
04 - Bahia em casa
05 - Criciúma em casa
06 - Gama fora de casa
07 - Marília em casa
08 - CRB fora de casa
09 - Brasiliense em casa
10 - Bragantino fora de casa
11 - São Caetano em casa

Jogos que considero de resultado aberto – São OITO!
01 - ABC fora de casa
02 - Barueri em casa
03 - Santo André fora de casa
04 - Vila Nova fora de casa
05 - Ceará fora de casa
06 - Juventude fora de casa
07 - Ponte Preta em casa
08 - Corinthians fora de casa

Vejam bem, a análise foi feita com base no que vejo HOJE do Avaí e dos times adversários. Leva em consideração a realidade de HOJE do Avaí e dos adversários. O futebol é presente. O futuro não existe. Tem que ser construído. Essa construção pode, é claro, apresentar resultados bem diferentes destes que avalio em projeção agora.
O que quero dizer é que a vaga para a série A nunca esteve tão sólida. Depende da manutenção deste Avaí que agora se vê em campo - com qualidade, estrutura, comando e rendimento.
Abraços,Rodrigo Faraco.


MAIS UM BLOG AVAIANO




Seja bem-vindo à rede avaiana de notícias.

DEZ JOGOS SERÃO NA RESSACADA


NOTA DA DIRETORIA

Vai começar o 2º turno e teremos 19 batalhas, sendo 10 delas dentro de nossa casa, a Ressacada.Queremos convidar cada um de vocês, sócios, torcedores, simpatizantes e todos aqueles que vem acreditando em nosso grupo de jogadores.

Lembre: A torcida fez a diferença e ajudou a equipe do início ao fim de cada jogo durante o 1º turno.Juntos, rodada a rodada, colocaremos o Avaí onde todos desejamos.

Esperamos por vocês!

A DIREÇÃO

terça-feira, 19 de agosto de 2008

E A ESQUERDA?

Acabei de ler no jornal Diário Catarinense especulações sobre a vinda de Luizinho Netto, que acabou de ser dispensado do Sport por deficiência técnica.


Alguém tem maiores informações??? Estou com "dois corações" a respeito deste jogador. Tomara que eu, novamente, queime a língua. O ano de 2004 foi marcado por alguns episódios relacionados a este atleta, no mínimo, estranhos. "Tás me entendendo?"

Luizinho Netto é um jogador de qualidade, que chega bem na linha de fundo e é bom na bola parada, mas, na minha opinião, o que o Avaí está precisando com mais urgência é de um ala pela lateral esquerda de campo.


PALAVRAS DE MARQUINHOS em entrevista às rádios da capital, perguntado sobre o que motivou sua permanência no Avaí diante de uma proposta tentadora como a do Santos:

— A palavra que já tinha dado ao Zunino e à torcida,
e também o sonho de colocar o Avaí na série A.

— O ser humano, quando morre, vai para o túmulo o nome e o sobrenome. O que se leva da vida é o nome e o caráter. Depois que dei a palavra ao presidente, não poderia voltar atrás. O que meu pai me ensinou, eu levo em consideração: é a palavra. A proposta balançou, no momento me deu desespero, mas assim que recebi a notícia no vestiário conversei com Silas, e ele me ajudou muito.

segunda-feira, 18 de agosto de 2008

AÇÃO IMEDIATA

Alguns futebolistas da cidade são realmente muito teimosos. É o caso do comentarista da CBN Renato Semensati. Para ele, no caso da transferência do Marquinhos para o Peixe, o maior erro foi da diretoria do Avaí e dos jogadores porque selaram um pacto e acabaram fazendo um pronunciamento perante a imprensa de que nenhum jogador sairia até o final do Campeonato Brasileiro.

NA MINHA OPINIÃO esse foi o MAIOR acerto da DIRETORIA do Avaí. Talvez, por causa desse compromisso firmado entre direção e jogadores houve a ação imediata na tentativa de barrar a saída do craque Marquinhos. De repente se a diretoria não tivesse tomado esta atitude - a de selar um pacto de permanência na frente de todos - talvez já tivesse perdido a parada para o Santos. O pacto acabou transformando o que poderia ser um ato conformista em uma briga de foice que varou a madrugada de São Paulo e continuou, no sábado, em Florianópolis. Todos se uniram para tentar reverter a situação. E, para a alegria da torcida avaiana, o martelo bateu e Marquinhos fica na Ressacada.

Só pra lembrar, Semensatti é aquele mesmo que disse que o gol do Evando contra o Corínthians foi uma MEIA-BICICLETA. Ele é paulista e é corintiano... Precisa dizer mais !


Lembram o que ele escreveu lá no blog dele?
"A negativa dos dirigentes avaianos em se pronunciar após a entrevista de Marquinhos é um sinal da incapacidade de segurar a transferência. No início do mês o presidente João Zunino havia garantido que nenhum jogador deixaria o elenco azurra. Ozéia foi o primeiro a sair depois disso.
O empresário do jogador, Juan Figer, acertou o negócio diretamente com os dirigentes do Peixe. Assim, o empate em São Caetano foi o jogo de despedida de Marquinhos.
O epsódio Marquinhos é mais uma mostra de que a vontade do clube hoje está em segundo plano. Agora resta aos dirigentes trabalharem na reposição de um jogador para a posição".


Estás falando de que clube, cara-pálida???
E tem mais... Hoje tem uma atualização no blog do Semensati elogiando a diretoria do Avaí. Mas ele não estava xingando ???
Vai entender, mano !!!!!!!!!!!!

RECORDAR É VIVER

O primeiro turno acabou. Agora é hora de renovar as esperanças, continuar o bom trabalho e enfrentar cada jogo do returno como se fosse uma final. A próxima final será sexta-feira, na Ressacada, contra o Paraná Clube.

Para relembrar a campanha do Avaí, abaixo relaciono todas as partidas do primeiro turno. Para saber detalhes de cada partida basta clicar em cima do resultado do jogo (link com o site FI - Futebol Interior).




















domingo, 17 de agosto de 2008

SEGUNDO TURNO


CADA PARTIDA, UMA FINAL


O Avaí termina o primeiro turno com um aproveitamento de 61,4 %. Foi uma campanha excelente que o levou à vice-liderança nesta metade de um campeonato difícil e equilibrado. Concordo com o Silas quando ele diz que cada partida deve ser disputada como se fosse uma final. Esta é a receita do sucesso na era dos pontos corridos.


O segundo turno começa sexta-feira para o Avaí. Veja abaixo as 19 finais que a equipe azurra irá disputar:


Paraná (casa)

ABC (fora)

Barueri (casa)

Santo André (fora)

Fortaleza (casa)

Vila Nova (fora)

América-RN (casa)

Ceará (fora)

Bahia (casa)

Juventude (fora)

Criciúma (casa)

Gama (fora)

Marília (casa)

Ponte Preta (casa)

CRB (fora)

Brasiliense (casa)

Bragantino (fora)

Corínthians (fora)

São Caetano (casa)

BOM TRABALHO DA DIRETORIA

MARQUINHOS FICA


Depois do susto a alegria: Marquinhos vai ficar no Avaí.

A notícia de que Marquinhos iria trocar o Avaí pelo Santos caiu como uma bomba, logo após o jogo do Anacleto Campanella. Todo verdadeiro torcedor avaiano ficou preocupado. O galego de Biguaçú, além de bom jogador, é um ídolo da torcida azurra. Sua saída seria lastimável...

Mas, a diretoria agiu rapidamente. Contrariando toda a imprensa local que já dava como certa a saída do jogador, recebemos pela manhã a notícia de que, após inúmeras reuniões, Marquinhos renovou seu contrato com o Avaí.

Zunino, desta vez, mostrou que o projeto de acesso à série A é sólido e segue um planejamento bem feito pela diretoria. Ao contrário do ano passado em que pairavam muitas dúvidas sobre a solidez do projeto, este ano a torcida está confiante, alegre e sabe QUE O AVAÍ ESTÁ NO CAMINHO CERTO.

Temos que aprender a dar mais crédito aos nossos e desconfiar das notícias veiculadas pela imprensa local, que nem sempre age imparcialmente.

Parabéns ao Zunino, à diretoria, à comissão técnica, aos funcionários do clube, ao Silas e aos jogadores pelo desempenho do time no primeiro turno do Campeonato Brasileiro da série B.
Parabéns a toda massa avaiana, a torcida mais apaixonada do Brasil.

...E que no segundo turno possamos repetir ou até superar a excelente campanha avaiana.


AS LEOAS


O carreteiro das Leoas foi um sucesso. O restaurante da Ressacada ficou lotado. No telão os presentes vibraram a cada gol do Leão da Ilha em São Caetano do Sul. O empate foi muito comemorado e todos saíram de lá festejando o jogo e o bom rendimento da equipe no primeiro turno da competição. Vibraram também com a medalha de ouro do brasileiro César Cielo nos 50m da natação em Beijing. E foi comemorado, é claro, o bom desempenho das leoas em sua estréia na competição feminina. Afinal, depois de pouco mais de três meses de treinamento, chegaram ao vice-campeonato com méritos. Parabéns a todas.

sábado, 16 de agosto de 2008

CASO MARQUINHOS: AINDA NÃO É OFICIAL

QUEM PAGA O PACTO ?

ESTOU ESCREVENDO às 11 horas da manhã de sábado, movido pela preocupação que foi gerada pelas declarações do Marquinhos após o jogo contra o São Caetano. Ainda há uma pequena possibilidade de acerto. Vamos torcer para isso. A torcida reconhece o bom trabalho realizado pela diretoria e por isso ainda confia num bom desfecho para este caso.

Em postagem de 01/08/2008 o nosso blog retratava com muita alegria as declarações da diretoria de que não haveria mais saída de jogador algum do elenco do Avaí até o final do Campeonato Brasileiro da Série B. Confesso que até estranhei a notícia, pois a força do dinheiro no futebol é maior do que qualquer paixão. Entretanto, frente ao posicionamento firme da diretoria, o torcedor estava confiante... Passado menos de um mês da declaração já são dois os atletas que manifestaram interesse em sair da equipe e dois jogadores importantes: Ozéia e Marquinhos.

Assim o que nos assegura de que não sairão mais jogadores no decorrer da competição?

A declaração do presidente, na época, foi a seguinte:

"João Nilson Zunino tranquilizou a torcida azurra dizendo que todos os atletas que estão no grupo garantiram que ficam no Avaí até o termino da competição.
O meia Marquinhos Santos também falou com os jornalistas e deixou claro que não deixa o clube: ' Conversamos bastante com a Diretoria no decorrer da semana e achamos que o presidente está dando todas as condições para a equipe. Já decidi que fico no Avaí até o fim da série B, com a certeza de que chegaremos em dezembro conscientes que somos os responsáveis pelo acesso do Avaí para a série A '."


Até agora o Avaí está indo muito bem, obrigado !!! Mas, e daqui pra frente? Caso o Marquinhos realmente saia do Avaí, teremos que reforçar urgentemente o meio-de-campo se quisermos o acesso à série A. Joélson e Juliano são boas opções de banco, mas não são as peças que irão preencher a lacuna deixada pelo Marquinhos. O Avaí possui um um BOM ELENCO, isso é verdade, mas irá sentir a falta da criatividade e da inteligência do galego Marquinhos na armação das jogadas... Não podemos jogar fora um trabalho que estava sendo muito bem efetuado.

Com a palavra, o presidente do Avaí !

SÃO CAETANO 3 X 3 AVAÍ

EMPATE VEIO NO FINAL DO JOGO

A partida entre Avaí e São Caetano teve duas etapas distintas. No primeiro tempo foi um jogo muito truncado, com muitas faltas cometidas pelas duas equipes, pouquíssimos lances de perigo à gol e nenhuma criatividade no meio-de-campo. Com todos esses ingredientes o resultado da primeira parte do jogo não poderia ser outro: 0 x 0.

No segundo tempo a história foi outra. Os técnicos Macuglia e Silas alteraram suas formações deixando os times mais ofensivos. Com isso o jogo ficou aberto e os atacantes passaram a ser mais acionados. O Avaí saiu na frente com um gol do artilheiro Evando, mas com dois gols de Tuta o time do ABC paulista virou o jogo para 2 a 1. E não parou por aí... Após um cruzamento da esquerda, Rafael Costa fez boa jogada na pequena área e empatou novamente a partida. Vandinho, do São Caetano, colocou o time paulista, mais uma vez, em vantagem. E o gol salvador do empate veio após cruzamento de Marquinhos para a cabeçada certeira de Emerson, aos 42 minutos do segundo tempo.

Após o bom jogo no Anacleto Campanella veio a notícia que deixa o torcedor do Avaí com a pulga atrás da orelha: Marquinhos trocou o Avaí pelo Santos. Após a declaração do presidente Zunino de que ninguém mais iria sair da equipe já é a segunda baixa: primeiro Ozéia (que fez falta no time ontem) e agora o ídolo avaiano Marquinhos.

A pergunta que não quer calar é a seguinte: Como o Avaí vai se comportar sem a criatividade de Marquinhos no meio-de-campo? Quem poderá substituí-lo?


Só o tempo dirá...

quinta-feira, 14 de agosto de 2008

NOTÍCIAS DO PRÓXIMO ADVERSÁRIO


DUELO DE AZUIS NO ABC PAULISTA

Sem perder há quatro partidas, o São Caetano tem um desafio duro no encerramento do primeiro turno da Série B do Campeonato Brasileiro: bater o Avaí-SC, vice-líder e que está na cola do líder Corinthians. Embalado após a vitória sobre o Juventude, por 4 a 3, em Caxias do Sul, o Azulão recebe os catarinenses nesta sexta-feira, às 20h30, no estádio Anacleto Campanella.O Azulão fez um último treino na tarde desta quinta-feira. As vitórias sobre Paraná, Fortaleza e Juventude, além do empate fora contra o América-RN, devolveram a credibilidade aos jogadores do São Caetano, que esperam passar por mais uma batalha.

"O Avaí tem qualidade, não está a dois pontos do Corinthians à toa. Temos que entrar atentos desde o início do jogo, como foi em Caxias", disse Tuta, referindo-se aos 14 minutos iniciais contra o Juventude, em que o time abriu 3 a 0. O técnico Guilherme Macuglia gostou da atitude neste jogo, mas faz um alerta.

"Sofremos o empate. Tivemos um momento de desatenção, que não pode ocorrer. Mas estou otimista para este jogo com o Avaí", afirmou.

Para esta partida, ele não terá o zagueiro Leonardo e o lateral-direito Júlio, suspensos. Os substitutos serão anunciados minutos antes do duelo.
Fonte: Site FI

OUTDOOR

No blog da Elite Azul e Branca tem uma campanha para escolher o outdoor mais legal para colocar pelas ruas da cidade.


Eis o meu escolhido:


Se você quiser ver as outras opções, clique aqui.

Golaço de bicicleta do Evando com narração do Salles Júnior???

FERDINANDO NA SELEÇÃO DA SEMANA DO SITE FI



Com toda certeza a 18ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B foi a mais emocionante e mais disputada aqui de toda competição. Mais do que nunca a Seleção Futebol Interior da rodada faz jus a cada um dos 11 jogadores, mais o técnico. O ponto forte da Seleção é a defesa sólida. Além da muralha Júlio César, a Seleção conta com dois típicos alas, que arrebentaram e dois zagueiros excepcionais. Forte atrás, a Seleção fica com dois meias e três atacantes. O comando tinha que ser de Guilherme Macúglia que derrubou o gigante Juventude em casa.

Confira os melhores da rodada:


Goleiro: Júlio César (Corinthians) – Avaí e Corinthians fizeram um grande jogo, apesar da chuva. O time da casa precisou pressionar grande parte do jogo, porque estava atrás do placar. Foi ai que Júlio César cresceu e pegou tudo, inclusive chutes a queima roupa de Rafael Costa. Só faltou defender a bicicleta de Evando.

Lateral-direito: Ferdinando (Avaí) – E pensar que ele quase não jogou. Ferdinando é o típico ala. Ainda mais quando tem pela frente os espaços deixados por André Santos.

Zagueiro: Marcelo Godri (Bragantino) – Há muito tempo esse garoto merece uma chance na Seleção. Depois da grande partida que fez contra o Fortaleza não poderia ficar de fora.

Zagueiro: Flavio (Marília) – Flávio é o polivalente do Marília. Não importa quem saia, ele entra e dá conta do recado como na vitória do MAC sobre o Bahia. O Marília segue invicto em casa.
Lateral-esquerdo: Everton Ribeiro (São Caetano) – O ex-jogador do Corinthians acabou com o Juventude na primeira etapa. Everton fez jus a camisa que ousou, a 10. Armou e deu passes para os gols do Azulão. No segundo tempo ele cansou e saiu. Mas que partida esse garoto fez.

Volante: Daniel (América-RN) – O América voltou a ganhar e saiu da zona de rebaixamento. E tudo isso por conta do jovem Daniel. Todos já sabiam de sua competência no setor defensivo, agora todos conhecem seu lado de matador. Daniel marcou dois dos três gols na vitória do Mecão.

Meia: Jean Carioca (ABC) – Prazer Macaca, Jean Carioca. O meia do ABC mostrou seu cartão de visita o jogo todo, mas a melhor parte foi no final, quando marcou o gol da vitória. Jean acabou com a defesa pontepretana. Armou, combateu e marcou gol.

Meia: Ivo (CRB) – Quem disse que o jogador precisa de 90 minutos para fazer uma boa partida? O CRB vinha esbarrando no último passe até o momento que Ivo entrou em campo e acabou o jogo. A bola passou a chegar ao ataque, como no terceiro gol de Gaibu. E Ivo ainda encontrou tempo para deixar sua marca. Festeja Maceió.

Atacante: Pedro Júnior (Vila Nova) – Túlio Maravilha fez mais um gol e já soma 16 na Série B. Mas quem merece os aplausos é Pedro Júnior. Que atacante! O jogador não parou nenhum minuto e mostra que é a dupla perfeita para Túlio.
Atacante: Dinei (Gama) – Alisson deve ter perdido lugar no ataque mesmo. Ainda mais depois do grande jogo que Dinei fez contra o Ceará. O jogador matou a pau e deixou sua marca logo na primeira etapa. No final do jogo cansou e saiu.

Atacante: Márcio Mixirica (Santo André) – Ele não é nenhum Túlio Maravilha, mas vira e mexe deixa sua marca. Márcio Mixirica é a principal atração do Ramalhão. O jogador encaixou perfeitamente no time do ABC e dá-lhe gols!

Técnico: Guilherme Macúglia (São Caetano) – O técnico só foi o responsável por acabar com a invencibilidade do Juventude no Alfredo Jaconi. E que jogo. Guilherme Macúglia sufocou o rival de forma incrível na primeira etapa. Tanto é que em 13 minutos o Azulão ganhava de 3 a 0. Tudo bem que o Azulão relaxou, mas no final venceu por 4 a 3.Merece destaque também o belo trabalho de Flávio Barros no Gama. Nos últimos três jogos foram três vitórias e bye, bye zona de rebaixamento.

RINDO À TOA


Aí, galera da Rede AvaiNet de informações, conheci hoje mais um blog avaiano que vem se juntar a nossa turma. É o Blog do Seu Cunha, o "Nobre Azurra".
Abaixo uma das postagens deste simpático blog:

A CIDADE PAROU LITERALMENTE, MAS É SEMPRE ASSIM QUANDO TEM UM GRANDE EVENTO.
E o jogo do Avai com o Corinthians foi um grande evento e um grande jogo de futebol.
Uns dos jogos mais bem disputados, por duas das melhores equipes dessa série B, quem foi a Ressacada viu um grandioso jogo de futebol, jogo que os profissionais da crônica esportiva disseram que há tempos não viam.
Quem estava reclamando do preço do ingresso saiu falando que pagaria até mais depois do jogo. Além de ter presenciado um belíssimo jogo o magnífico gol do Evando valeu e muito o preço pago.
Bom companheiros, com os pés no chão e humildade o AVAI esta no caminho certo e nós torcedores!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
RINDO ATOA


Seja bem-vindo.

Já está nos meus favoritos e para quem quiser acessar é só clicar aqui

quarta-feira, 13 de agosto de 2008

A FOTO DA CAMISA 12...


Esta foto postada pelo Guto no seu blog "De Canhota" retrata bem o que significa ser torcedor do Avaí. Não importa se está chovendo ou não. A torcida camisa 12 comparece e faz parte do espetáculo na Ressacada.
Aliás, não é uma foto... é POESIA.
Parabéns, Guto...

AVAÍ 1 X 1 CORÍNTHIANS


JOGO DE LÍDERES


Em uma excelente partida de futebol, disputada embaixo de muita chuva, líder e vice-líder do Campeonato Brasileiro da Série B empataram e mantiveram suas colocações na tabela de classificação.

Foi um jogo eletrizante. E começou com o Corínthians saindo na frente. André Santos cruzou da esquerda e Douglas praticamente se atirou na bola para estufar as redes. Foi uma ducha de água fria, pois o Avaí acabara de perder três chances claras de gol nos pés de Rafael Costa.

No segundo tempo foi domínio total do Avaí, mas o Corínthians contra-atacava com perigo e velocidade, principalmente com Herrera. Mano Menezes fechou o time, pois queria, a todo custo, segurar o placar que lhe era favorável. E aí, aos 38 minutos do segundo tempo, aconteceu o golaço. Ao receber o cruzamento de Michel da direita, Evando não teve dúvida e meteu a bola no cantinho de Júlio César. Golaço de bicicleta na Ressacada. Alívio para o torcedor avaiano e justiça no placar.

As torcidas deram um show à parte. A pequena e barulhenta torcida do Corínthians cantou durante quase todo o jogo. E a torcida do Avaí cantou e empurrou o time durante todo o tempo. Sinalizadores coloridos, balões, faixas, papel picado e bandeiras. O hino do Avaí sendo cantado por 10000 vozes ficou muito lindo. De um lado era o coro: "Aqui tem um bando de loucos, loucos por ti Corínthians..." e do outro lado :"Não é mole, não. Na Ressacada ninguém ganha do Leão...". Foi um belo espetáculo na noite chuvosa.

Agora é focar no próximo jogo. O Avaí enfrentará o São Caetano, na sexta-feira, no estádio Anacleto Campanella. O time do ABC paulista vem de uma espetacular vitória de 4 a 3 sobre o Juventude em plena serra gaúcha.

segunda-feira, 11 de agosto de 2008

WILLIAM


Após as tentativas frustradas de contratar Neto Baiano e Clodoaldo, o Avaí acertou com o atacante William.


O jogador chega ao Leão da Ilha para substituir o artilheiro Vandinho, o qual foi negociado com o Flamengo. Pretendido pelo Fortaleza, o novo reforço avaiano estava jogando no futebol sul-coreano.


Revelado pelo Santos, onde foi campeão brasileiro em 2002, William já tinha definido que voltaria ao Brasil. Especulado no Fortaleza, o atleta acertou sua transferência para o Avaí, pois o clube da Ressacada ofereceu uma proposta maior que o time cearense. Além do centroavante, o Leão da Ilha já havia contratado o meia Joélson, o qual já está treinando com os outros jogadores.


“Nós pretendemos ter um elenco forte para brigar pelo acesso à primeira divisão e não podemos abrir mão de ninguém. O Vandinho saiu porque recebeu uma boa proposta e um atacante de área é mais fácil de repor. Essa é a última pendência do elenco”, declarou o coordenador de futebol do Avaí, Moisés Cândido, em entrevista à Rádio CBN/Diário.
Fonte : Site Fanáticos por Futebol

CRÔNICA DA FBA


O site da FBA - Futebol Associados, entidade gestora do Campeonato Brasileiro da Série B colocou um texto interessante em seu site, o qual transcrevo na íntegra:



A 18ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro será disputada por inteiro nesta terça-feira. Faltando apenas duas partidas para alcançarmos a metade da competição, as partidas vão ganhando cada vez mais importância e se enchem de emoção para o torcedor. Quem iria imaginar que o Corinthians pudesse perder sua outrora imponente condição de líder absoluto antes mesmo do segundo turno? Está certo que sua posição na tabela de classificação se mantém confortável, com sete pontos se vantagem sobre o primeiro time fora do G4, mas sua fiel torcida já começa a dar mostras de apreensão.Poucos poderiam imaginar também a ótima evolução da equipe do Avaí, mesmo com o time catarinense sangrando com a famosa "Janela do Mercado". Com os times da Série A perdendo seus principais jogadores para o futebol europeu ou mesmo para os Petrodólares do mundo árabe, estes clubes recorrem aos destaques da Série B. E Vandinho, grande artilheiro do Avaí na temporada, não resistiu à proposta do Flamengo e rumou à agremiação de maior torcida do Brasil.

É com este cenário de superação dos catarinenses versus as recentes desconfianças da Fiel, que o estádio da Ressacada promete presentear o público com uma noite de gala. O Corinthians, mordido pela derrota na última rodada para o surpreendente Vila Nova, está disposto a renovar suas demonstrações de força longe de casa. Já o Avaí quer justamente reafirmar sua boa fase fazendo o que tem se tornado rotina na Série B, que são suas belas atuações diante de sua torcida.A partida marca, todavia, um momento importante na carreira dos dois treinadores das equipes. Pelo lado corintiano, Mano Menezes enfrenta um princípio de turbulência na campanha e precisa provar que é capaz de manter o elenco motivado e com um mesmo nível de comprometimento ao longo de toda a Série B. Com a excelente vantagem que abriu sobre os demais clubes logo no início do campeonato, foi até certo ponto natural a acomodação dos jogadores nos recentes jogos. O desafio agora é renovar o ânimo do time e garantir um segundo turno sem sustos. Sabe-se que o Corinthians é um barril de pólvora, portanto, recomenda-se não chegar nem perto do pavio...


A missão do técnico Silas, revelação da nova safra de treinadores no país, também requer alguns cuidados. Porém, neste caso, existe a tarefa passar para os jogadores que o jogo contra o Corinthians não é o último de suas vidas. Jogando em casa, com uma Ressacada completamente lotada, é muito difícil segurar o ímpeto dos atletas. A vontade de fazer a festa com a torcida e saciar os pedidos de gols da massa avaiana, será, certamente, uma bomba de adrenalina na cabeça dos jogadores. Vai ser nesta questão que a maturidade de Silas vai ser verificada. Saberá ele fazer seu time jogar com inteligência, fazendo o que tem feito em casa, sem o açodamento que costuma transformar ambições em tragédias? Conseguirá o jovem técnico fazer seus comandados entenderem que do outro lado do campo estará a equipe mais qualificada da Série B, disponibilizando jogadores com mercado em vários times da Europa? Uma vez entendido isso, será que os jogadores do Avaí terão um respeito normal, que até ajude a equipe, ou cairão na armadilha de temer demais o adversário, fazendo sua torcida se decepcionar?


Questões como estas parecem ser inerentes apenas a uma partida, ou a alguma circunstância de jogo. Na verdade, a carga de expectativa e o desenrolar dos acontecimentos que podem acontecer num duelo tão esperado como este podem delinear o restante de campeonato de um clube. A confiança, ou a falta desta, está inserida na personalidade do atleta em qualquer evento esportivo, e no futebol é acompanhada por fatores externos como uma grande torcida por trás de um tradicional clube. O que há um mês é visto como um Mundo da Fantasia, em pouco tempo pode ser encarado como o inferno sem extintor, tampouco saída emergência (vide o Fluminense).


Por conta destes e outros mil fatores, Superação x Desconfiança serão os temperos especiais que prenderão o público para ver este ótimo jogo entre Avaí e Corinthians. Estádio cheio, torcida enfeitada, rivais secando, confraternização com os amigos, certeza da vitória, medo da derrota... Alguém pode imaginar o futebol sem isso?


HOMENAGEM


As leoas podem comemorar o vice-campeonato. Após um início fulminante no torneio chegaram à final contra a equipe Kindermann de Caçador. A superioridade da equipe de Caçador foi evidente nas duas vitórias sobre a equipe avaiana. Temos que lembrar que a equipe campeã treina praticamente como profissionais, enquanto que as meninas do Avaí trabalham normalmente em outras ocupações, o que prejudica os treinamentos, tanto físicos quanto técnicos. Por isso mesmo o vice-campeonato é uma VITÓRIA, mesmo porque é o ano de estréia das leoas.

PARABÉNS À COMISSÃO TÉCNICA E A TODAS JOGADORAS DO ELENCO.


O RETRATO DA RAÇA

MAIS UMA BOA CRÔNICA DO AVAIANO

O PRIMEIRO DA SÉRIE
Sérgio da Costa Ramos
Ainda impactados pela onírica cerimônia do "Ninho de Pássaro", os avaianos estão acompanhando as Olimpíadas hi-tech da China, as emoções do vôlei - nas quadras e nas praias - as braçadas dos peixes no estonteante "Cubo dÁgua" - enfim, o show do esporte mundial, neste cenário futurista de Pequim 2008. Mas o Azul insiste em cintilar no meio deste magnífico palco, produzindo-se, como por encanto, no novo figurino da Seleção Olímpica, o alegre Ronaldinho comandando a goleada sobre a Nova Zelândia.Os avaianos não abdicam desta outra Olimpíada, que é o Campeonato de Acesso ao Nirvana da Série A. Tudo bem, os alvinegros vão se vangloriar, dizer que já estão neste céu azul há sete anos - e que o Avai ainda está na "calçada". À maneira de Nelson Rodrigues, responderei:

- A graça está na emoção da conquista. Depois de chegar ao Céu, que emoção nos restará?

Perdoem a euforia deste avaiano que se corresponde com o marciano Ernesto Meyer Filho, torcedor-símbolo, residente em Marte. Proprietário de poderes extrasensoriais, Galo-Meyer manda dizer que enxerga o futuro lá do mirante de sua grande varanda estelar. Com sua perscrutadora visão cósmica, o lendário artista tira a "azurra" do armário, mune-se do "radinho" de pilha que o acompanhava no pré-jogo do Bar Topázio - e se prepara para o grande clássico de amanhã:

- Será o primeiro jogo do Avaí na Série A. Depois, teremos outros Avaí x Corinthians, pelos campeonatos da Primeiríssima Divisão, ao longo dos próximos 100 anos.

Galo-Meyer capta os ecos do futuro e cacareja o retorno dos "Tempos Dourados". O Avaí e a glória de reviver o esquadrão invencível dos anos 1940, o tetracampeonato de 42, 43, 44 e 45, o ataque "blitzkrieg" dos anos da Grande Guerra: Filipinho, Nizeta, Bráulio, Tião e Saulzinho... Mas há uma mudança nessa febre nostálgica. De repente, o Galo começa a falar no presente do Indicativo, de glórias ainda a ser vividas - não mais daquelas do pretérito passado:
- Olha, foi uma boa troca. Perdemos algumas sílabas, mas ganhamos em poder de fogo. Saiu o Vandinho, entrou o Evando, um "matador" que nunca despiu o manto azul e branco.
"Longos e traiçoeiros", contudo, são os caminhos do futebol, adverte o galo-cósmico:
- Ao anular um gol legítimo do nosso time, o juiz baiano pretendia, talvez, turbinar os "acarajé-boys" do Esporte Clube Bahia.
A chegada ao Nirvana do futebol é assim mesmo. Cheia de ciladas, alçapões, armadilhas e tapetes puxados. Todo cuidado é pouco!Mas o Galo está botando a maior fé. Prometeu chegar cedo à Ressacada nesta terça-feira, como fazia antigamente ao abrir o expediente da "Toca do Leão", no velho Pasto do Bode. Ali, tomava meia dúzia de "Faixa Azul", a cervejota tinha que rimar com o time.Politicamente correto, Meyer Filho sabe que os tempos são outros - "se for beber não dirija; se for dirigir, não beba". Mas quem disse que um pintor intergaláctico precisa de automóvel ou carteira de habilitação?
Incorpóreo, ele está, como o Senhor, "em toda a parte", e pode muito bem materializar-se num passe de 50 metros de Marquinho Santos, o maestro "azurra", ou pegar uma carona a bordo da espoleta do artilheiro Evando.Será difícil. Se fosse fácil, não seria uma "coisa" avaiana. É como discursa o Galo Meyer, ouriçando as penas:- Se pudermos chegar ao Paraíso pelo método mais espinhoso, com uma escala em Marte e outra no Purgatório, por que optar pelas coisas simples e insípidas, destituídas de sofrimento e emoção?

domingo, 10 de agosto de 2008

AVAÍ 3 X 1 BRAGANTINO


A volta de Evando numa noite de Odair

Um dos jogos mais difíceis e emocionantes do ano na Ressacada. Quem achou que iria ser moleza enganou-se redondamente. O Avaí teve que suar a camisa e, com competência, segurou a vice-liderança do campeonato. Agora está a apenas dois pontos do líder Corínthians e o jogo da próxima terça-feira será pela disputa da liderança.

O Bragantino mostrou ser um time guerreiro e com um golaço de falta, cobrada por Pará, saiu na frente do Leão. Ainda bem que pouquíssimo tempo depois Odair fez uma brilhante jogada na área e cruzou para Rafael Costa marcar o gol do empate. Ainda bem!

Com esse gol o Bragantino deu uma desacelerada no jogo, mas continuou incomodando nos contra-ataques. Emerson marcou o gol da virada depois de cobrança de escanteio de Odair. E no finalzinho do jogo Evando deu números finais ao jogo marcando o terceiro, depois de boa jogada de Odair pela esquerda.

Ou seja, Odair participou diretamente dos três gols do Avaí. Uma noite de gala do atacante.

Agora é esperar pelo Coringão na terça-feira. Se jogar como jogou hoje dá Avaí fácil, fácil.

sábado, 9 de agosto de 2008

RESULTADOS DE SEXTA-FEIRA


O INÍCIO DA 17a RODADA


Foram quatro jogos que abriram a 17a rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Foram três vitórias de times mandantes (Juventude, Gama e Santo André) e um empate entre América e São Caetano na capital potiguar. Destes resultados apenas o da serra gaúcha influenciou diretamente no G4 alavancando o time do Juventude à 3a colocação.


Abaixo os resultados (se quiser saber os comentários sobre o jogo basta clicar no placar que será feito um link com o noticiário do site FI):








sexta-feira, 8 de agosto de 2008

OS AVAIANOS


Este é o Heverson (na foto o de óculos escuros junto com a galera da Leão Metal). Ele é um avaiano legítimo. Está sempre na Ressacada, faça chuva ou faça sol. Nos encontramos a última vez na inauguração da Avaí Store, depois da goleada do Avaí contra o CRB de Alagoas.

Para ele este é o ano da subida do Avaí para a primeira divisão do Campeonato Brasileiro. No que eu concordo.
Além de tudo, o Heverson administra a comunidade do Avaí no site de relacionamentos do ORKUT. Vale a pena conferir. Está la nos meus sites preferidos e você pode acessar e se cadastrar como membro. Hoje já são mais de 22000 avaianos compartilhando as notícias boas ou ruins do dia a dia do time. Vale a pena!

quinta-feira, 7 de agosto de 2008


Para você conhecer a musa torcedora do Atlético Paranaense, clique aqui

NESTE SÁBADO,

VISITE A LOJA DO AVAÍ.



EVANDO PODE JOGAR SÁBADO


Para o duelo deste sábado, às 16h10min, contra o Bragantino, o Avaí pode contar com mais um torcedor no banco ou até mesmo nos gramados. O atacante Evando afirmou que está à disposição de Silas, com boa forma para entrar em campo e dar o seu melhor pelo Avaí.


— Acredito que eu esteja pronto. Trabalhei e venho treinando muito forte, melhorando a parte aeróbica e técnica. Se precisar de mim, estou à disposição, com vontade e desejo de ajudar o Avaí a conseguir conquistar os seus objetivos.


A empolgação de Evando, no entanto, pode ser barrada nas limitações físicas já que o jogador está sem ritmo de jogo. No entanto, o atacante afirmou que pode agüentar quanto tempo for necessário para ajudar o Leão.


— Não sei dizer quanto tempo eu agüento. Mas vejo que estou bem e a equipe também. Se optarem por mim, farei os 90 minutos ou o tempo que eu tiver para ajudar — completou Evando.

Com a segunda colocação da tabela, o Avaí se firmou no G-4 na última rodada, quando venceu o Brasiliense e se isolou com três pontos à frente do terceiro, o Barueri. Com 30 pontos na classificação, conquistados com oito vitórias e seis empates em 16 jogos, o Leão está a cinco pontos do líder Corinthians.


Fonte: Clicrbs

NOTÍCIAS DO PRÓXIMO ADVERSÁRIO



O técnico Marcelo Veiga teve uma má notícia de última hora no Bragantino. O volante Somália sentiu uma contusão e foi cortado da delegação, que embarcou para Florianópolis, local do jogo deste sábado, às 16h10, contra o Avaí pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.Em seu lugar, o treinador chamou o ex-atacante do Palmeiras e categorias de base da Seleção Brasileira, Beto. O jogador ficará no banco como opção. No time titular, Veiga recua Davi para jogar na meia. Assim Eder ganha uma vaga no ataque, ao lado de Nunes.


Mais problemas!


Os meias Sergio Manoel e Danilo Bueno, além do atacante Malaquias cumprem suspensão automática. Em compensação, o treinador terá a estréia do ex-meia do São Paulo, Adriano. Sem falar que o volante Moradei, recuperado parcialmente da lesão no tornozelo, está de volta, assim como o atacante Nunes, que se recuperou de uma contusão craniana.Na 12ª colocação, com 21 pontos, o Braga deve ir a campo com: Gilvan; Cris, César Gaucho e Marcelo Godri; Nego, Moradei, Adriano, Davi e Pará; Nunes e Eder.


Fonte: Site FI

quarta-feira, 6 de agosto de 2008

TÁ NO BLOG DA ELITE...


Fonte : Blog Elite Azul e Branca

BRASILIENSE 0 X 1 AVAÍ


VALEU, MARTINI...


Mais uma vitória avaiana longe da Ressacada. Desta vez em Taguatinga, DF, na Boca do Jacaré. Contra um Brasiliense em péssima campanha no Brasileiro o Avaí fez prevalecer a sua superioridade, vencendo pelo placar mínimo, com um gol de Rafael Costa. O que conta é a conquista dos três pontos e a retomada da vice-liderança.


O jogo, como eu já esperava, foi muito difícil. O time candango precisava buscar a reação a qualquer custo. E foi o que fez. Partiu pra cima do Avaí e por diversas vezes assustou a nosssa defesa. O gol do Avaí foi anotado aos 41 min do primeiro tempo e, desta vez, o time conseguiu segurar o resultado favorável e conquistou a vitória merecidamente. O Avaí consegue assim se manter no topo da tabela e abrir uma vantagem expressiva de 4 pontos para o quinto colocado.


E milagres acontecem... Eduardo Martini fez uma defesa milagrosa em uma cabeçada à queima-roupa do zagueiro Fábio Braz. Poderia ser o empate do Brasiliense que Martini evitou com extrema habilidade e elasticidade incrível. Parabéns ao goleiro avaiano que semana passada completou 100 jogos com a camisa do clube. Por esta defesa o goleiro até que merecia outra placa...


Que venha o Bragantino no sábado. É outro compromisso daqueles... Só pra quem tem coração forte.


Torcida Camisa 12: Vamos lotar a Ressacada e prestigiar a boa campanha do Avaí.

terça-feira, 5 de agosto de 2008

NOTÍCIAS DO PRÓXIMO ADVERSÁRIO

MELHOR RETROSPECTO... E DAÍ???


Na atual situação em que se encontra o Brasiliense, o retrospecto diante dos seus adversários não tem importado muito. Também, o fato do time candango atuar em seus domínios, não representa mais a expectativa de vitória. Isso foi comprovado no jogo de sábado, diante do Bahia. O time baiano quebrou o tabu e ganhou de 3 a 2.Com relação aos confrontos com o Avaí-SC, foram oito partidas, todas pela Série B. O Brasiliense venceu quatro, aconteceram dois empates e duas vitórias do time catarinense. Em 2007, em Florianópolis, Avaí 4 a 2. No jogo da volta, no Serejão, Brasiliense 3 a 1, com gols de Adrianhinho, duas vezes e Iranildo. Para o time de Florianópolis, marcou Joélson.

O técnico do Brasiliense, Reinaldo Gueldini, comanda o treinamento apronto, a partir das 18h45, no estádio Serejão. O treinador tem como dúvida o meia Athirson, que saiu ainda na primeira etapa do jogo diante do Bahia, com suspeita de contusão no adutor da coxa. O jogador acabou dando o dedo para o torcedor do Brasiliense.Já o lateral direito Patrick já fala em tom de despedida. Ele terá sua transferência confirmada ou não para o Fluminense, nesta terça-feira. O zagueiro Fábio Braz, expulso diante do Paraná Clube, será julgado nesta terça-feira. Pode pegar até seis jogos de suspensão.

O provável onze do Jacaré Brasiliense que começa o treinamento desta segunda-feira deve ser este:

Guto; Patrick, Fábio Braz, Junior Baiano e Edu Silva; Coquinho, Juninho, Fábio Baiano (Athirson) e Iranildo; Jóbson e Alex Dias (Dimba).

O Brasiliense ocupa a 19ª posição da Série B do Brasileiro, com 12 pontos ganhos. Mesmo vencendo o Avaí, não sai da zona de rebaixamento. Chegaria a 15 pontos ganhos e quatro vitórias. O 16º colocado, o Fortaleza, tem 16 pontos ganhos.

Fonte: Site FI

segunda-feira, 4 de agosto de 2008

A CAMPANHA "BLOG INVESTIGATIVO" CONTINUA...


Abaixo, na íntegra, o post do Blog Elite Azul e Branca...


Aguardem que esta semana vou colocar aqui no Blog, de forma documentada duas informações importantíssimas em relação a diferença de tratamento da empresa gaúcha para com a dupla da Capital. Sinto que cabeças vão rolar porque será difícil para os profissionais da casa darem qualquer tipo de justificativa para o abismo existente entre este tratamento ao time do Brócolis e ao Avaí. Uma das questões não tem a ver com críticas, tamanho de reportagens, manchetes de um e de outro, é uma questão muito mais vital. Já deixo a pergunta no ar:


A QUEM INTERESSA ESTA DESIGUALDADE?

Vou contar também tim tim por tim tim a discussão testemunhada pela minha mãe dias antes do falecimento de meu pai com um funcionário da RBS que ligou para casa de meus pais (VOCÊS ACREDITAM?) esculhambando com o velho Tullo por causa de uma postagem no Blog, segundo relato de minha mãe meu pai ficou "roxo" completamente alterado com a discussão e de uma maneira que ela jamais havia visto antes (entre namoro e casamento meus pais viveram 58 anos juntos), vou dar o nome da figura inclusive e já deixo avisado aqui:


NÃO VOLTO ATRÁS E NÃO RETIRO A POSTAGEM COMO MEU PAI FEZ, QUEM VIVER VERÁ.


Por: Rogério, blog Elite Azul e Branca