quinta-feira, 29 de maio de 2008

FI - FUTEBOL INTERIOR (NOTÍCIAS)


O técnico Paulo Silas tem um olhar positivo sobre o futuro do Avaí dentro do Campeonato Brasileiro da Série B. Para espantar o pessimismo de alguns torcedores, que vaiaram o time após o empate, por 1 a 1, com o Santo André, terça-feira, na Ressacada, ele garante que a Azurra vai subir de produção quando alguns jogadores estiverem mais bem adaptados.


”Eu não posso tirar um atacante só porque ele perdeu um gol”, disse ele em defesa de Didi, que entrou muito mal durante o último jogo. Para Silas, o time vai melhorar no ataque “depois que se acertou na defesa”.


O técnico também saiu em defesa do volante Cocito, outro criticado por seu futebol defensivo e lento.”Não podia escalar o Ozeá (zagueiro) que ainda não está bem fisicamente. Então coloquei o Cocito para proteger os zagueiros. Ele foi um brigador”, garantiu.


Além da chegada de Abuda , ex-Corinthians e Vasco da Gama, o técnico espera por outros reforços. Mas está consciente sobre as limitações do clube.”Os reforços virão dentro da capacidade da diretoria em administrar os recursos disponíveis. Não devemos nos iludir e sim dar moral para aqueles que estão aqui, lutando pelo time”.Silas também deu um recado de como quer seu time nas próximas rodadas:


“A Série B é uma guerra, onde é preciso ter muita aplicação do começo ao fim do jogo. Quem não quiser seguir esta cartilha estará fora dos nossos planos. Futebol é profissional e devese exigir o máximo de cada um. É assim que eu trabalho”, fulminou.


O Avaí empatou três dos quatro jogos que disputou na Série B. Continua invicto, mas com seis pontos, ocupa apenas a nona posição.


O próximo compromisso será diante do Fortaleza, na capital cearense, dia 6 de junho. Este jogo, numa sexta-feira, foi antecipado em meia hora, começando às 20 horas. Motivo: a seleção brasileira vai jogar mais tarde, em Boston, nos Estados Unidos, com transmissão da TV Globo.

GUGA, AYUB E GALO



- Pedro Ayub está de volta aos treinos do Avaí
Acho uma boa! Este jogador é ótimo para compor o elenco. Foi um dos poucos a se salvar nas péssimas campanhas anteriores. Tanto que Benazzi levou-o para a Portuguesa de Desportos.

- A diretoria do Avaí volta a conversar com Rodrigo Galo
Espero que haja um acerto pois o Galo tem potencial e pode crescer tecnicamente durante a competição. A diretoria tem que se adiantar pois parece que já existem propostas de outros times, inclusive do time do Estreito.

- Guga irá viajar pela Europa como mochileiro
Com a fama e o dinheiro que o tenista amealhou durante sua carreira o difícil vai ser conseguir viajar anônimo, como ele demonstrou desejar.

quarta-feira, 28 de maio de 2008

REFORÇO NO AVAÍ


O Avai, anunciou nesta quarta-feira a contratação de um novo atacante para as disputas do Campeonato Brasileiro da Série B.

Maranhense de São Luís, Adaílson Pereira Coelho, o Abuda, nascido em 28/03/86 tem 1,75m e 73kg é o novo reforço do Avaí e já assinou contrato esta manhã.

Em seu curto currículo, dois títulos: o Mundial Sub-17 na Finlândia, de 2003, pela Seleção Brasileira, e o da Copa São Paulo de Juniores, em 2004.

Títulos conquistados pela seleção brasileira.
Campeão mundial sub-17 (2003) Finlândia.Vice artilheiro do mundial sub-17,6 jogos,4 gols.Sul americano sub-17,5 jogos,3 gols

Títulos conquistados
Sport Clube Corinthians.
Tetra Campeão paulista (2001,2002,2003).
Campeão do torneio de Catalunha (2002).
Campeão do torneio da Venezuela (2002).
Bicampeão da Taça São Paulo (2004,2005).
Campeão Brasileiro (2005) 15 jogos,6 gols.
Artilheiro do campeonato paulista sub-17,sub-20.

Clubes que atuou:
Sport clube Corinthians paulista 2001,2005
VFL Wolfsburg/Alemanha Temporada 2005,2006
Germinal-beerschot (Bélgica) Temporada2006,2007
Vasco da Gama Temporada 2007/2008
Atleta será apresentado às 16h30min na Sala de Imprensa da Ressacada.

É POUCO... TEM QUE MELHORAR !


Avaí 1 X 1 Santo André


Em 4 jogos, ou seja, 12 pontos, o Avaí conquistou exatamente a metade: 6.

Vamos fazer uma matemática simples: Se ao final dos 38 jogos o Avaí conquistar metade dos pontos terá somado 57 pontos. Não é o suficiente para subir. Conclusão simples: Não pode empatar em casa com times fracos como o ABC e o Santo André. Tem que se impor e vencer, não tem outra solução.


Quanto ao jogo foi clara a superioridade avaiana, mas não foi o suficiente para virar o jogo e conquistar os três pontos. As finalizações estão deixando a desejar. Válber e Didi erraram gols praticamente feitos. Vandinho está mais isolado do que nunca. O torcedor sai frustrado mais uma vez da Ressacada, pois viu que o time tinha chances claras de vencer e não venceu.


Vou fazer a minha primeira crítica ao trabalho excelente do Silas: Não dá para colocar o Ferdinando para resolver o problema do time. Ele não teve culpa alguma no resultado, mas acredito que temos melhores substitutos, como Wendel ou Hegon. Aliás, não sei nem porque o Ferdinando, Didi, Pedro Ayub, Nicolas e Rafael Costa ainda estão no elenco. Está na hora de enxugar o plantel daqueles atletas que não interessam mais aos planos do Avaí e contratar de uma vez por todas o tal "referência de área".

Ainda há tempo para corrigir as falhas. O time é bom e tem todas as condições de buscar o acesso. Mas a diretoria tem que se mobilizar para resolver estes pequenos problemas que podem atrapalhar a caminhada rumo ao objetivo.

terça-feira, 27 de maio de 2008

NOTÍCIA DA GAZETA ESPORTIVA





Invicto, Avaí tenta entrar no G-4 contra o Santo André
27/05/08 - Gazeta Esportiva



Um gol do Barueri aos 45 minutos do segundo tempo no último sábado não permitiu que o Avaí terminasse a terceira rodada entre os quatro primeiros colocados na Série B. Buscando esquecer o vacilo no fim da partida contra os paulistas, o Leão volta à Ressacada nesta terça-feira para garantir seu lugar no G-4 contra outro rival de São Paulo: o Santo André, que vem embalado pelo seu primeiro triunfo na Série B.


Para conquistar a primeira vitória em casa, o técnico Silas pode escalar o time catarinense em uma formação mais ofensiva, no esquema 4-4-2 com a entrada de mais um atacante, ou jogar novamente com três zagueiros. No último caso, Fábio Fidélis entraria no lugar de Cássio, suspenso por ter sido expulso no 2 a 2 com o Barueri. Recuperando-se de lesão, o volante Bruno segue afastado dos gramados e dá lugar a Cocito.


Na nona colocação, com cinco pontos, o Avaí é um dos seis times ainda invictos após três rodadas na Série B e pode até dormir na vice-liderança do torneio na noite desta terça-feira caso vença o Ramalhão e o Brasiliense tropece no Ceará. “Precisamos ser mais ofensivos, para pressionar o Santo André e tentar ganhar este jogo”, afirma Silas, que, mesmo com um gol no último minuto, voltou de Barueri satisfeito com o ponto na bagagem.
O Avaí tem pela frente o rival embalado pela vitória por 2 a 0 sobre o Bahia, no último sábado, no Bruno José Daniel. O resultado tirou o Santo André da zona de rebaixamento após duas derrotas seguidas e o técnico Sérgio Soares quer conseguir a sua segunda vitória no segundo jogo desde que reassumiu o Ramalhão. O zagueiro Douglas, expulso, e o meia Jeferson, punido com o terceiro amarelo ante os baianos, cumprem suspensão e estão fora do duelo em Florianópolis. Marcel e Luiz Henrique aparecem como opções para a defesa, enquanto Juninho deve ficar com a vaga no meio-campo da equipe, 14ª colocada da Série B com três pontos.


FICHA TÉCNICA:AVAÍ X SANTO ANDRÉ


Local: Estádio da Ressacada, em Florianópolis (SC)

Data: 27 de maio de 2008, terça-feira

Horário: 20h30 (de Brasília)

Árbitro: Wagner Reway (?) (MT)

Assistentes: Luiz Fernando Irineu da Silva e Rilmar Ribeiro Primo (ambos de MT).

AVAÍ: Eduardo Martini; Emerson, Rafael e Fábio Fidélis; Arlindo Maracanã, Cocito (Bruno), Batista, Marquinhos e Jef Silva; Válber e Vandinho.

Técnico: Silas

SANTO ANDRÉ: Neneca; Thiago Matias, Dedimar e Marcel (Luiz Henrique); Willians, Fernando, Pará, Juninho e Jaílson; Marcelinho Carioca e Márcio Mixirica.


Técnico: Sérgio Soares


Não tem desculpa...


Hoje todos os caminhos levam à Ressacada.


Respeitamos o o adversário, mas precisamos ganhar. ENTÃO, a torcida tem de fazer a sua parte.


Mais uma vez a camisa 12 em campo.

segunda-feira, 26 de maio de 2008

BLOGS PELO PAÍS

Li no BloGama (http://www.blogama.vai.la/), blog da torcida do time candango do Gama, um post que fala do Bebeto...



"O Gama deve contar com um ataque bem abusado nessa série B.
A dupla de ataque do alviverde de Brasília é formada por Bebeto que ficou famoso no campeonato catarinense jogando pelo Avaí ao fazer um gol no final do jogo e mostrar o número da camisa provocando a torcida do Figueirense.
Já Adriano Magrão chegou conquistando a torcida do Gamão com uma entrevista um pouco polêmica".

SELEÇÃO DA RODADA


Conforme o site paulista Futebol Interior a seleção da 3a rodada do Brasileirão da Série B é a seguinte:


Goleiro – Giovanni (Marília)

Lateral-direito – Osmar (Vila Nova)

Zagueiro – Douglas (Santo André)

Zagueiro – Luiz Henrique (Paraná)

Lateral-esquerdo – Murilo Ceará (Juventude)

Volante – Luís André (Criciúma)

Meia – Adrianinho (Brasiliense)

Meia – Giuliano (Ponte Preta)

Meia – Paulo Isidoro (Fortaleza)

Vandinho (Avaí)

Osvaldo (Fortaleza)

Técnico – Mano Menezes (Corinthians)

domingo, 25 de maio de 2008

RESULTADO TIMEMANIA

CONCURSO 13


Os números sorteados foram:

06 28 32 37 73 75 79

Time sorteado: União Barbarense - SP

A ESTRÉIA DE MURIQUI


É claro que os bons jogadores que tiveram uma boa passagem pelo Avaí deixam saudades nos torcedores. Um deles é Muriqui que no time irregular do ano passado se destacou. Jogador de rara habilidade quase acabou retornando ao Avaí, mas acabou negociado com o Vitória.


Pois ontem Muriqui estreou com a camisa do Vitória da Bahia, jogando bem e dando passe para um dos quatro gols do rubro-negro baiano contra o time da Coloninha.
Muriqui foi muito elogiado pela imprensa baiana na goleada sobre o time catarinense. Desejamos toda boa sorte ao jogador em seu novo clube.

EQUILÍBRIO

BARUERI 2 X 2 AVAÍ



Apesar de ter tomado o gol de empate no finalzinho do jogo o resultado não foi de todo ruim. Demonstra o equilíbrio desta série B onde um jogo pode ser decidido no detalhe.



Foi um jogo de dois tempos distintos. No primeiro tempo o Avaí foi absoluto em campo fazendo 2 a 0, ocupando os espaços e não deixando o adversário jogar. Vandinho voltou a marcar e Válber jogou muito bem. Já no segundo tempo o Barueri veio com tudo tentando virar o jogo, chegando ao empate depois de uma pressão forte e do apoio dos quase 15000 torcedores que compareceram ao estádio. Teve em Fernando o seu destaque e contou, ainda, com a expulsão do zagueiro Cássio aos 25 minutos da etapa final.



Ficou um sabor meio amargo pelo modo como veio o empate, mas fazendo uma análise fria da performance do Avaí podemos constatar que é uma campanha boa.



O Avaí jogou duas partidas fora e uma na Ressacada, somando 5 pontos. Continua invicto e a 2 pontos do G4 de acesso.



Terça-feira na Ressacada, com o apoio da torcida, o Avaí deve fazer o dever de casa contra o Santo André e permanecer colado nos líderes. A torcida deve continuar apoiando o time que, em nenhum momento, deixou de demonstrar raça e disposição.

sábado, 24 de maio de 2008


Infelizmente Bruno foi vetado pelo departamento médico do Avaí e não poderá jogar hoje à noite em Barueri, interior de São Paulo.


Ao contrário do ano passado quando não tinha muitas opções, neste ano o elenco do Avaí é muito bom. No lugar de Bruno o técnico Silas conta com duas excelentes opções e uma ótima dor-de-cabeça: WENDEL ou COCITO?


Para um campeonato longo como este as peças de reposição são tão importantes quanto os titulares.

sexta-feira, 23 de maio de 2008

MONSIEUR GUGÁ


Guga ouve fã francês gritar 'Avaí'


Gustavo Kuerten pôde sentir mais uma vez o quanto é especial para os franceses.
Nesta quinta-feira, o treino fechado que ele fazia na quadra Suzanne Lenglen foi 'invadido' por jovens locais, que não paravam de gritar seu nome.
Um deles, na tentativa de chamar atenção do brasileiro para conseguir um autógrafo, gritou várias vezes 'Avaí', time do coração do tenista. E conseguiu.
- É bom saber que eles também estão treinando para torcer na minha estréia. Fico emocionado em ver que tem tantos garotos aqui que gostam de mim. Tem até um que tem o cabelo parecido com o meu de 1997. É mais uma motivação saber que existe essa identificação com a torcida - diz ele.
'Em cada quadra que eu entro, lembro de um jogo que já fiz. A atmosfera de Roland Garros é especial', conta Guga.
Guga não nega a emoção dos dias que está passando em Roland Garros. Diz que fica o tempo inteiro tendo recordações das vezes em que disputou e conquistou o torneio.
FONTE: globoesporte.com

DIREITO DE RESPOSTA


A Mancha Azul, torcida organizada do Avaí, vem à público repudiar as acusações de participação no quebra-quebra ocorrido no dia do jogo entre Coritiba e o time da Coloninha.

A seguir, na íntegra, o posicionamento da torcida organizada do Avaí...


"A Torcida Mancha Azul vem a público usando o seu direito de resposta veiculado nos meios de comunicação, onde foi acusada de forma caluniosa pela torcida organizada do Figueirense, onde a mesma teceu acusações e instigou a opinião pública, a ponto de querer tirar sua parcela de culpa no incidente de domingo passado.
Os fatos ocorridos no jogo Figueirense x Coritiba no dia 18 de maio, não houve participação alguma de integrantes da Torcida Mancha Azul, prova disto está nas imagens gravadas do incidente, onde mostra apenas torcedores de Coritiba revidando o ataque de pedras aos onibus dos mesmos, onde a torcida do Figueirense começou o tumulto, provocando os coxas e apedrejando por onde os mesmos estavam passando.
Outra prova que não havia manchistas no local do incidente, foi quando os envolvidos no fato foram conduzidos a delegacia, e lá foi constatado na indentificação dos mesmos que não havia nenhum torcedor residente da região de Florianópolis.

Outra acusação foi feita pelo comissário do 3º DP, Vânio Martins, onde ele disse ´Eles foram fazendo uma limpa onde passaram, desde que saíram da sede da Mancha. Atacaram pessoas com a camisa do Figueirense, destruíram o que viram pela frente.´

Fato esse não verdadeiro pois tal confraternização não ocorreu, tendo em vista o tempo de saída da excursão de Curitiba que foi em torno das 11:30hs e o fato ocorrido deu-se as 16:00 hs, onde seria impossível uma viagem de quase 4 horas a ilha, e mais 1 hora ida e volta até a Ressacada e mais algum tempo da dita confraternização das torcidas.Fica aqui a denúncia que torcedores da organizada do Figueirense, fizeram ameaças via internet com as frases do tipo ´a sorte que engasgou´, agora cabe as autoridades averiguar tais declarações, pois como integrantes da torcida podem portar tais objetos ilícitos, onde os frequentadores da sede são famílias, mulheres e crianças que fazem confraternizações com churrasquinho antes dos jogos.

E fica aqui expresso o repúdio da Diretoria da Torcida Mancha Azul a todo ou qualquer ato de violência dentro e fora dos estádios, pois fatos ocorridos no passado, são de pessoas que ja não fazem mais parte da nossa torcida".


Diretoria Torcida Mancha Azul

quinta-feira, 22 de maio de 2008

TUDO AZUL





Nas Séries A e B, apenas três times ainda não levaram gols

A defesa é o melhor ataque?


Para Cruzeiro, Grêmio e Avaí, únicos clubes das Séries A e B do Campeonato Brasileiro, que ainda não levaram gols, até aqui, a resposta é afirmativa.O Cruzeiro é o melhor dos três. A Raposa venceu os dois jogos – 2 a 0 no Vitória e 1 a 0 no Botafogo. O Cruzeiro é vice-líder do Brasileirão, com seis pontos e neste domingo recebe o Santos.


O Grêmio, por sua vez, venceu o São Paulo, por 1 a 0, fora de casa, e empatou sem gols com o Flamengo em casa. O time gaúcho está na sexta posição, com quatro pontos, dois a menos que o líder, Náutico. Neste sábado, às 18h10, em casa, o Tricolor pega justamente o Timbu.


Se na elite do Nacional são dois clubes intactos, na Série B a honra é apenas de um. O Avaí venceu o Paraná, por 1 a 0, e empatou sem gols com o ABC. O time de Santa Catarina está com quatro pontos, dois a menos que o líder e único 100% Corinthians. Neste sábado, às 20h30, o Avaí pega o Barueri, fora de casa.

quarta-feira, 21 de maio de 2008

ENTREVISTA COM SILAS

Saiu no blog do Rodrigo Faraco...


"Na quinta-feira o técnico Silas vai atender um pedido antigo e vai estar presente no TVCom Esportes.


Há algum tempo nós estávamos querendo levar o técnico para uma conversa mais calma e tranquila, uma conversa sobre o Avaí e sobre o que ele pensa do futebol catarinense, brasileiro e mundial. Agora vai ser possível.


O técnico, que chegou sob olhares suspeitos, hoje tem a admiração de muitos, inclusive a minha. Acho que Silas faz futebol sem mistérios, enxerga o jogo e sabe montar uma equipe e fazer essa equipe jogar. É um técnico em desenvolvimento e pode chegar longe na carreira.


Estou ansioso pela entrevista.Vai ser na quinta-feira, bem no início do programa, às 20h00min.


Acho que vale a audiência de quem gosta de futebol, independentemente de clube para o qual você torce."

Fonte:http://www.blogdorodrigofaraco.blogspot.com/

terça-feira, 20 de maio de 2008

QUEM DESDENHA, QUER COMPRAR


Até há pouco tempo a estrela de Campeão Brasileiro bravamente conquistada pelo Avaí não valia nada lá pelos lados da Coloninha.


De repente, não mais que de repente, foram buscar um técnico chamado Macuglia, cuja maior conquista foi justamente a conquista da Série C. Uma estrela igual à nossa.


De repente, não mais que de repente, a estrela passou a ser valorizada pelos torcedores do time do Estreito. Estão dizendo que o tal técnico é bom, pois, afinal de contas, conquistou um Campeonato Brasileiro, etc , etc.


Esse mundo dá voltas !!!

COPA AVAÍ DE FUTEBOL SUB-15 E SUB-12


O Instituto Avaí de Reponsabilidade Social, em parceria com a Prime Sports Group e o apoio do Avaí Futebol Clube, está organizando a II Copa Avaí de Futebol Sub-15 e Sub-12, torneio que surgiu com o objetivo de suprir uma carência no calendário esportivo da Grande Florianópolis: criar um grande evento de qualidade que pudesse unir esporte e entretenimento, oferecendo aos participantes uma disputa saudável, que envolverá equipes de toda a capital catarinense.

PADRÃO DE QUALIDADE
A Copa Avaí destaca-se pelas excelentes condições técnicas oferecidas aos participantes: atendimento médico em parceria com a UNIMED e Corpo de Bombeiros; jogos disputados no CFA (Centro de Formação de Atletas) do Avaí e a finalíssima na Ressacada, em partidas preliminares do Campeonato Brasileiro, a arbitragem é formada pela escola de árbitros da Liga Florianopolitana de Futebol. O evento contará com uma estrutura profissional, que envolverá uma assessoria de imprensa, fotógrafos e cobertura completa do site oficial do Avaí, que possui 60 mil acessos mensais.
PARTICIPANTES
O torneio contará com a participação de equipes devidamente inscritas, com nome e número de identidade de todos atletas e membros da comissão técnica, e devidamente uniformizadas. Poderão participar do torneio equipes de clubes sociais, escolas particulares e públicas, além de escolinhas de futebol da Grande Florianópolis.
FICHA TÉCNICA
Nome: II Copa Avaí de FutebolCategorias: Masculino Sub-15 (1993/94/95) e Sub-12 (1996/97/98) e Feminino.Período de realização: 12 de julho a 12 de agosto de 2008Período de inscrições: até 01 de julho.Valor: R$ 250,00 por equipe. Congresso técnico: Data a definir, Auditório da Ressacada.Local: Complexo Esportivo da RessacadaNúmero de equipes participantes: 12 equipes por categoria Forma de disputa: Chaves de 4 participantes. Classificam-se para as quartas-de-final os dois melhores colocados de cada chave.Datas do jogos: 12, 13, 19 e 20 julho - 1a fase e 2a fase02 de agosto - final do sub-15, preliminar de Avaí x CRB.09 de agosto - final do sub-12, preliminar de Avaí x Bragantino.12 de agosto - final do feminino, premilinar de Avaí x Corínthians.


Mais informações acesse o link:

segunda-feira, 19 de maio de 2008


MÚSICA GAÚCHA NA RESSACADA?


Só pra deixar registrado que o serviço de som na Ressacada no sábado a noite esteve HORRÍVEL. Música gauchesca na Ressacada? Quem foi que teve esta idéia absurda? O DJ da noite pensava que estávamos onde? No Olímpico ou no Beira-Rio?


Nada contra as tradições gaúchas, mas não tem nada a ver - brincadeira tem hora !!!
Ninguém merece.


MAIS UMA BOA CRÔNICA DO AVAIANO

Sérgio da Costa Ramos

O futebolês corrente


O futebol vive de jargões mais espancados do que um centroavante "matador" ou um meia "habilidoso". Quem sabe jogar, apanha - tanto no "português" como na entrada do zagueiro brucutu.


Futebol já foi um "jogo pra homem". Hoje as mulheres não só jogam muito bem o velho esporte bretão, como o praticam com menos violência e muito mais beleza. Principalmente se a Marta está em campo e Deus a "abençoou".


Não há jogador agnóstico - ou seja, aquele ser humano que ignora a existência de Deus. O "Senhor" entra em campo todos os domingos e veste o uniforme de todas as equipes, com a possível exceção do meu Avaí, um deserdado pelas chuteiras do bom misticismo.


É só perguntar ao artilheiro, como é que ele fez o gol. E ele responderá, com a aquela proverbial "originalidade":

- O centro veio alto e eu pude me antecipar ao goleiro, cabeceando no cantinho. Deus me abençoou e pude ajudar os meus companheiros.


Deus é mais invocado nos gramados do que na Missa das Dez. É só observar o número de atletas que se persignam antes do jogo começar, num prodigioso sincretismo, em que se misturam a fé cristã, as mandingas e outros ocultismos. Não é raro o goleiro beijar a medalhinha, se benzer três vezes e dar três batidinhas com a chuteira no pé da trave:

- Oxalá, mangalô três vezes!


É o Deus genérico do futebol, católico, protestante ou nagô. O "Todo Poderoso" entra em campo para ajudar os seus times, segundo o depoimento expresso pelos craques em campo:

- Vamos fazer tudo o que o "professor" pediu e se Deus quiser vamos conquistar os três pontos...


Se Deus não quis, não foi só porque o matador "matou" de canela e a bola foi pela linha de fundo. Foi porque o "professor" também não quis, adotando uma retranca feroz, em que "marcação" é a nova palavra de ordem do futebol e das raras variantes do seu jargão:

- Pega, pega... Diminui...Diminui...


Quando faltam os espaços em campo, nem com a ajuda de Deus. E o jogo acaba num frustrante 0 a 0, como até o diabo não gosta.

O repórter corre à beira do campo para entrevistar o craque:

- E, então, o que é que faltou pro time encontrar a vitória?

- A gente correu, até que se esforçou, mas acho que faltou foi um pouco de atitude...Atitude. Mágico ingrediente. Ou seja, faltou postura, disposição, propósito - ou, como reza o jargão corrente..."foco".

- Não entramos muito "focados" e o adversário se aproveitou pra fazer o gol.Faltou "atitude" e isso explica tudo,

Mas, "com certeza" - expressão que é a muleta de todo o perneta do futebol - no próximo jogo, "se Deus" quiser", vamos voltar com a atitude vencedora e , "se Deus quiser, vamos sair com os três pontos".- O negócio agora é "trabalhar" durante a semana para o Senhor nos abençoar...Com certeza, o "futebolês" simplifica tudo. É só ter atitude.


Já imaginaram se o "futebolês" emprestasse as suas místicas soluções para o "politiquês"?Aí, poderíamos testemunhar entrevistas bem menos dissimuladas e muito mais objetivas:

- O senhor (deputado, prefeito, senador) sabe por que a licitação não saiu?

- Faltou "atitude"!

Mas se Deus quiser e o Tribunal de Contas deixar, a obra sai já no próximo jogo, com aquela tradicional comissãozinha...

FUTEBOL FEMININO



No intervalo da partida entre Avaí e ABC, realizada na noite deste sábado (17/05) a equipe feminina Avaí /Canto do Rio foi apresentada de forma oficial para a imprensa e torcedores.

Após o apito final da etapa inicial, o sistema de som do estádio da Ressacada chamou para o gramado a comissão técnica e as atletas que disputarão o Campeonato Estadual a partir do próximo dia 25.

A equipe feminina do Avaí tem a parceria do Canto do Rio e chega para brigar pelo título estadual. A estréia acontece no dia 25 de maio, diante do Olímpia, no estádio João Marcatto, em Jaraguá do Sul. Já a estréia na Ressacada será no dia 01/06, diante da equipe São Domingos.
Confira todos os jogos da equipe Avaí / Canto do Rio

1ª FASE – HEXAGONAL

25/05/08 - 15 horas - Olímpia X Avaí - João Marcatto Jaraguá do Sul

01/06/08 - 15 horas - Avaí X São Domingos - CFA - Florianópolis

08/06/08 - 15 horas - Scorpions X Avaí - Ernei Sthelin - São José

15/06/08 - 15 horas - Avaí X Porath - CFA - Florianópolis

29/06/08 - 15 horas - Avaí X Olímpia - CFA - Florianópolis

06/07/08 - 15 horas - São Domingos X Avaí - Estiva - Navegantes

13/07/08 - 15 horas - Avaí X Scorpions - CFA - Florianópolis

20/07/08 - 15 horas - Porath X Avaí - Leopoldo Krueger - Pomerode

Autor: Alceu Atherino

domingo, 18 de maio de 2008

NA SIBÉRIA NÃO TEM NADA DISSO

SKAVURSKA!


- Net, boa tarde. Em que eu posso ajudá-lo?

- Boa tarde. Eu queria assinar o pay-per-view do Campeonato Brasileiro 2008, por favor.

- Mas o senhor já é assinante do Campeonato Brasileiro 2008...

- Sou? Como assim? Não assinei nada.

- Mas o senhor assinou ano passado, certo?

- Sim, e daí?

- É que se o senhor não cancelar a assinatura, ela é renovada automaticamente.

- Ah, é? E você pode me confirmar quanto pago mensalmente por essa assinatura?

- R$ 49,90.

- R$ 49,90? Mas eu acabei de ver na TV que o Brasileirão desse ano está com mensalidades de R$ 35,00.

- É que o valor de R$ 35,00 é válido apenas para as três primeiras mensalidades dos novos assinantes.

- Hmmm. Isso quer dizer que se eu cancelar minha assinatura agora e contratar o Campeonato Brasileiro 2008 um minuto depois, terei descontos de quase R$ 15,00 nas próximas três mensalidades?

- (...)

- Alô?

- Sim. É isso mesmo.

- Então... pode me transferir para o setor de cancelamento, por favor?

- Claro, Sr. Um momento por gentileza...


A BRONCA DO TULLO... E COM RAZÃO

Reproduzo abaixo texto do Tulo em seu blog sobre a performance do baixinho oposicionista que é parte do folclore da Ilha, mas que já passou da hora de pedir o boné. Tem momentos em que o "nanico" torna-se um mal desnecessário. Estes momentos ficam evidentes quando o comentarista demonstra toda sua insatisfação com qualquer coisa no time para atingir a direção do Avaí.
Apesar de ontem ter sido hilariante o fato dele ter escolhido o Martini como craque do jogo. Logo ele que faz uma campanha absurda contra o goleiro avaiano.

".... Ontem foi um dia bastante característico para o que eu quero falar. Fabiano Linhares, conseguiu uma entrevista com o Presidente João Nilson Zunino na qual fez as perguntas, já respondidas e explicadas em outros órgãos de imprensa. Ou seja, o caso Bebeto, o caso Galo e o caso Meller. A entrevista muito bem conduzida pelo experiente repórter Fabiano Linhares, fez as perguntas sem muitos preâmbulos foi respondida com explicações precisas e elucidativas. Em momento algum o presidente deixou as perguntas sem as respostas claras e precisas, inclusive com dados de cifras exatas ao fato indagado.




Aliás, sobre os fatos aludidos, nenhum manezinho da ilha ou de Biguaçu ignorava. Em resumo, foi dito que Bebeto ficou além, muito além do que o Avaí podia fazer, por fôrça de contrato assinado, que estabelecia prazo para o empréstimo e preço final, com cifras exatas da multa rescisória; sobre Galo, foi historiada a intransigência para o acêrto financeiro e prazo para renovação e finalmente sobre Meller, que prefiro nem comentar pois sei da história toda, desde o começo e foi o que o Presidente explanou. Falou sobre Gustavo, irmão de Marquinhos Santos e os impasses com seu empresário, etc.





Bom, acabada a entrevista, entra no ar o Catedrático de Biguaçu, com sua verve manjada e manchada de azedumes oposicionistas. Primeiro quis desacreditar o presidente dizendo, que Roberto Alves é uma pessoa bem informada, insinuando que Zunino mentiu e que seu Chefe e cumpadre é que tinha razão. Sobre o jogador Galo, disse um amontoado de besteiras que não condiz com a verdade e o Presidente já tinha respondido com a palavra oficial do Clube e sobre Meller, bateu na mesma tecla de sempre, que Zunino é mal assessorado e ele mesmo é que trouxe o empresário de Criciúma para trabalhar no Avaí, como se o Presidente não tivesse o direito de errar na escolha de um assessor - como neste caso. Ora, porque a emissora, da qual parece que Miguel Aroldo é um dos donos, pede entrevista ao dirigente máximo do Avaí, para depois sujeita-lo a ser desmentido no ar, como se fosse um moleque, que deu algum depoimento mentiroso, numa delegacia do interior da Ilha? Ora, se já tem a critica pronta, seja qual for a resposta do dirigente, para que envolvê-lo num debate que deixará sempre dúvidas ao torcedor?





Esquece o Avaí, Miguel Aroldo, tu és uma página vencida na cronica esportiva da Capital, tu estás impregnado de ódio, só atrapalhas o time alviceleste, és a verdade absoluta e pensas que sabes tudo. Quando a pessoa deixa de ser popular e passa a ser folclórico, está na hora de parar ou mudar de atividade. És o D.Quixote dando porradas com tua lingua ferina nas o pás dos moinhos imaginários da mentira e das mágoas mal curadas. Deixa o Avaí em paz, muda de time, volta para a rádio para escrever horóscopos mentirosos. Vai vender rifa no Mercado. Nos comentários da entrevista de ontem do Presidente Zunino, as mentiras só não foram mais ferinas , porque o comentarista Rodrigo Faraco interferiu várias vezes para moderar a língua de Miguel Aroldo. A direção do Avaí devia entregar as chaves da cabine de tua emissora, apenas na hora de iniciar o jogo, para tolher suas baboseiras e deixar claro, que ele é persona não grata

O MAGRO PLACAR NA RESSACADA


Existem dias em que nada dá certo. E certas noites também. Todos esperavam uma boa apresentação do Avaí diante do ABC de Natal e, infelizmente, isto não aconteceu. Os bons jogadores do Avaí estiveram abaixo da média e não conseguiram furar a boa defesa do time potiguar.


Marquinhos Santos, Batista e Válber não conseguiram desenvolver aquele bom futebol apresentado no Catarinense.


E poderia ter sido pior... não fosse a excelente atuação de Eduardo Martíni salvando dois gols feitos do time adversário. Outro que conseguiu se salvar em meio à apatia da equipe foi Bruno, sempre preciso na marcação e na saída de bola.


A Série B premia a regularidade. Não adianta ganhar uma ou outra partida fora e empatar em casa. Na Ressacada quem tem de mandar é o Avaí.


A torcida - pra variar - deu mais um show de bola ...

sexta-feira, 16 de maio de 2008


TV AVAÍ, quem ganha somos nós.


O site oficial do Avaí F.C. lançou no início do mês de março de 2008 um novo projeto jornalístico, especial para você torcedor avaiano. O Departamento de Comunicação e Imprensa, através de seus assessores Alceu Atherino Neves e Gastão Dubois, está produzindo diariamente vídeos sobre treinos, jogos e eventos.


O Avaí Futebol Clube, através do gerente administrativo Luciano Corrêa, com o respaldo de toda a Diretoria Executiva, contratou um profissional qualificado para acompanhar os eventos de interesse do clube.Leonardo Deligi, o Mago das Imagens, é o responsável pelas filmagens e edições das imagens que são postadas na TV Avaí. Os vídeos são disponibilizados para que os torcedores do Avaí tenham as entrevistas e matérias na integra.Com isso, quem ganha é o Avaí Futebol Clube e a sua grande e apaixonada torcida.É importante ressaltar que este trabalho tem autoria e que em caso de os vídeos serem veiculados em outros veículos se não na TV Avaí, devem ser creditados para a TV Avaí, Dep. de Comunicação e Imprensa do Avaí e para o Mago das Imagens.


Para conferir as matérias especiais para o torcedor, basta acessar o site oficial do Avaí F.C. e clicar na TV Avaí.


Autor: Alceu Atherino

INSTANTÂNEO !!!


BRONCA NO SITE DO AVAÍ



O FATO É...

O BUGIO BRANCO VOLTA A ATACAR

O bugio (também conhecido por macaco-uivador) . é famoso por seu grito, que pode ser ouvido em toda a mata, e pela presença de pêlos mais compridos nos lados da face formando uma espécie de barba.Mas o bugio que falo, apesar de algumas semelhanças não é este aí de cima.
O bugio branco ao qual me refiro, é professor aposentado e escreve em um jornal da cidade.Nesta sexta-feira por exemplo, sentando em sua arquibancada faz referencia sarcastica a nosso artilheiro Vandinho, diz que nosso atleta não foi contratado e nem está indo para a Europa.
Professor, este jogador recentemente renovou seu contrato com o Avai e para sair da Ressacada só por um bom volume em euros.

quarta-feira, 14 de maio de 2008


A mãe do juiz
Por ROBERTO VIEIRA


"Até hoje eu não sei, meu filho. Ele poderia ter sido qualquer coisa, qualquer coisa mesmo. Sempre foi um menino inteligente, aplicado nos estudos, sempre tirava notas boas na escola.
Mas tinha alguma coisa de diferente nele.
Os irmãos organizavam uma pelada e ele ficava de apito na mão, apitando falta, marcando pênalti. O caçula gostava de ser artilheiro, dizia que era o Roberto Dinamite. Mas, doido igual ao Zezinho, só o mais velho que brincava de ser goleiro.
As outras mães davam força. Diziam que ele levava jeito pra coisa. Tinha pelada? Lá ia ele de preto. Brabo feito siri. Se alguém dizia que ele tinha errado na marcação ele logo dava cartão, enfrentava, gritava.
Perdi a amizade da minha vizinha no dia em que ele expulsou os dois filhos dela na final do campeonato da escola. Ela nunca se conformou. Dizia que ele era muito rígido. Inflexível.
O pai ria da história. Dizia que aquilo ia sobrar pra mim. Mesmo assim levou uma conversa séria com ele e disse que ninguém vive de apito honestamente. Ele devia procurar uma profissão, ser engenheiro, advogado. Ser juiz era pras horas vagas.
Ele concordou, entrou pra faculdade de direito e pro curso de árbitro da Federação. Passou nos dois com distinção.
Eu fiquei toda orgulhosa na entrega dos diplomas. Meu filho sorria feliz. Começou a apitar jogos importantes. Jogo que aparecia na televisão. Começou a ser elogiado pelos jornalistas, reconhecido nas ruas. Era o juiz revelação do futebol brasileiro segundo o Globo Esporte.
Eu, como mãe, colecionava suas fotografias num álbum de retratos. Mas nunca fui a campo.
Um dia ele chegou triste, cabisbaixo. Marcou um pênalti que o tira teima mostrou que foi fora da área. Nesse dia ele mal dormiu. Eu vi a luz do quarto acesa até tarde. Ele estava na frente da televisão assistindo mil vezes o mesmo lance. Controle remoto nas mãos.
De manhã nem quis tomar café. No trabalho ouviu piadinhas infames durante todo o expediente. Mas os dias se passaram, outro jogo chegou e ele foi se acostumando com a vida.
Um dia disseram que ele roubou. Logo meu filho, sempre tão honesto, incapaz de contar uma mentira. Aquilo doeu fundo na alma dele. Mas um colega mais antigo veio conversar com ele e disse que nessa profissão todo mundo acha que só tem ladrão.
Mal sabem eles o sofrimento de uma mãe quando ouve o filho ser xingado por uma multidão.
Escrevo estas linhas por um motivo apenas. Um motivo tão singelo quanto impossível.
Não é por mim. É por tantas mães no Brasil e no mundo que hoje irão sofrer vendo os seus filhos correndo em campo. Proibidos de fazer um gol e levantar a camiseta com os dizeres: 'Valeu mamãe!'
Eu gostaria que pelo menos uma vez lembrassem que a mãe do juiz é uma mãe igual a todas as outras. Igual a mãe dos torcedores.
E que pelo menos nesse dia lembrassem delas com carinho.
Obrigado pela atenção".
Mercedes Alencar, mãe de juiz.

O REPRESENTANTE DE FLORIANÓPOLIS !!!


Saiu na coluna do Roberto Alves a seguinte nota sobre o representante de Florianópolis no Futsal.


FUTSAL - A falta de recursos financeiros impediu que o Colegial/Figueirense/Umbro/FME reforçasse a equipe para a disputa da Liga Nacional. Como conseqüência, faltando dois jogos para completar a fase classificatória, o time já está fora de qualquer possibilidade de passar para a próxima fase.

VERBA - O Colegial não conseguiu receber, até agora, a verba da parceria com a Fundação Municipal de Esportes de Florianópolis. Que parceiro, hein?
NOTA DO BLOG
Para representar a cidade num campeonato brasileiro desta importância deveriam haver maiores investimentos e não apenas ficar evidente o oportunismo de uma meia dúzia de dirigentes querendo promover o nome de equipes do futebol profissional... Ou você acha que algum avaiano, neste caso, iria torcer por Florianópolis???
Ninguém merece


MAUS UM BLOG AVAIANO


Pintou mais um blog azurra na rede.



Torcemos que o ALMA ALVICELESTE também venha para ficar.

Parabéns pela iniciativa e - como eu sempre digo - NÃO ESQUEÇA DE POSTAR PELO MENOS UMA VEZ AO DIA.


É isto aí... RUMO À SÉRIE A !!!


terça-feira, 13 de maio de 2008

LIGEIRAMENTE GRÁVIDO


Autor: Aroeira


O Avaí apresentou de forma oficial na tarde desta segunda-feira, (12/05), o novo Coordenador de Futebol e os três novos contratados para a continuidade do Campeonato Brasileiro da Série B.

Foram apresentados os seguintes atletas:

Enoque Vicente Paes, goleiro, 25 anos, que disputou o Campeonato Catarinense pelo Cidade Azul, de Tubarão.

Ozéia Maciel, zagueiro, 25 anos, que disputou o Campeonato Brasileiro do ano passado pelo Coritiba.

Douglas Gonzaga Leite, goleiro, 28 anos, que disputou o Campeonato Cearense desta temporada pelo Icasa.


Na minha opinião, apenas Ozéia vem para disputar a titularidade, uma vez que o zagueiro titular Fabrício está lesionado. Os goleiros contratados vêm para compor o elenco e fazer sombra para Eduardo Martini.

Pizzatto e Nicolas vão disputar a série C pelo Marcílio Dias.

Fábio Fidélis e Didi permanecem no grupo.

segunda-feira, 12 de maio de 2008

A NOITE DE JEFF


O Avaí conquistou seus primeiros três pontos fora de casa. Em uma competição longa o time somou pontos importantes contra um rival direto, o Paraná Clube.


Mas houve um personagem, neste dia, que roubou a cena. O nome dele é Jeff Silva.

Pouco considerado pela imprensa local e mesmo até por muitos torcedores o lateral avaiano marcou o primeiro gol da Série B 2008 aos 7 minutos de jogo. Natural de Curitiba sua família estava presente ao estádio Durival de Brito. E todos comemoraram muito o primeiro gol de Jeff como profissional, principalmente sua orgulhosa mãe.


Em entrevistas após o jogo o humilde jogador assumiu que tentou cruzar a bola para Vandinho na entrada da área, mas o chute pegou mal (eu diria muito bem!) e surpreendeu o goleiro paranista.

Parabéns ao Jeff Silva por sua humildade, pelo gol e por ter calado a boca de muito comentarista.

sábado, 10 de maio de 2008

ÓTIMA ESTRÉIA


Valeu pelos três pontos.

Não foi uma grande partida! Houve muita marcação no meio de campo e consequentemente um jogo de muitas faltas. Além da ofensividade o Leão mostrou grande poder de marcação, uma vez que o Paraná Clube jogava em seus territórios e queria sair a todo o custo, pelo menos, com um empate. Apesar da pressão paranista, as maiores chances de gol saíram dos pés avaianos, com Vandinho e Arlindo Maracanã. Enfim, a vitória fora de casa ficou de bom tamanho.

Agora é manter a regularidade pois a competição é longa. Nada está ganho, mas foi dado um passo muito importante.

Assisti a partida pela SPORTV e fiquei muito feliz de ouvir em plena Curitiba o grito da pequena torcida azurra presente à Vila Capanema:

"E ninguém cala esse nosso amor..."


O Avaí ganhou a partida com Eduardo Martini, Cássio, Fabrício (Rafael) e Emerson; Arlindo Maracanã (Odair), Jeff Silva, Bruno (Cocito), Batista e Marquinhos; Válber e Vandinho

sexta-feira, 9 de maio de 2008

HOJE TEM VILA CAPANEMA


Hoje acontece a estréia do Avaí no Campeonato Brasileiro da Série B.

Mais uma vez começa a ansiedade do torcedor e o desejo de ver o seu time fazendo uma boa campanha, alcançando uma das 4 vagas para a série A.
Neste ano o Avaí está mais preparado. Manteve uma boa base e fez excelentes contratações como Odair e Arlindo Maracanã. A torcida está confiante em um bom resultado.

Este é um campeonato de regularidade. Não pode haver desmanche durante a competição. O Avaí está no caminho certo. Com disposição, técnica e um pouco de sorte vamos chegar lá !

quinta-feira, 8 de maio de 2008


Bebeto já é carta fora do baralho.

INFELIZMENTE.

O atleta tem boa técnica e velocidade. No Avaí ele não conseguiu 100% de sua capacidade, mas mesmo assim irá deixar saudades pela sua garra e movimentação.


E com certeza vai sair de Floripa com um novo nome, com o qual será sempre lembrado:


BEBETO CRÉU.


quarta-feira, 7 de maio de 2008

TIMEMANIA


O concurso número 11 da Timemania corre neste sábado, dia 10 de maio. Até agora ninguém conseguiu acertar os sete pontos. ESTÁ acumulado. Prêmios para 6, 5 e 4 números já saíram bastante. Ainda dá pra jogar. Vai lá e crava AVAÍ e você ainda pode dar sorte de sair com um bom prêmio.


Veja os times e a quantidade de torcedores em cada sorteio já realizado:


01 - Palmas - TO (13122)

02 - São Paulo (104390)

03 - Náutico (15486)

04 - São Raimundo (8069)

05 - Mixto - MT (11655)

06 - Rio Branco - AC (7956)

07 - Uberlândia - MG (9684)

08 - Atlético Mineiro (41652)

09 - Palmas - TO (de novo!) (10484)

10 - Ji-Paraná - RO (13880)

MAIS UMA BOA CRÔNICA DO AVAIANO




"Também sou campeão"

De: Sérgio da Costa Ramos


"Em terra de jacu inhambu não pia", rezava um ditado de tropeiros lageanos, muito citado pelo ex-governador Celso Ramos, que amava o Avaí e o Flamengo. De um foi presidente e do outro, jogador. Ao se mudar para Minas Gerais aos 19 anos, com a missão de estudar engenharia na Policlínica de Belo Horizonte, Celso Ramos "matou" a faculdade e acabou no Rio, como ponta-esquerda do Flamengo, sob a alcunha de "Curió". Com esse apelido ornitológico, burlava a vigilância do pai, o velho Vidal, e "piava" nos campos pelo Mengão - e, depois, a partir de 1923, pelo seu recém-nascido Avaí.


Estava o escriba posto em sossego no domingo obscenamente azul, curtindo o "baile" que o rubro-negro aplicava no Botafogo, quando os primeiros foguetes invadiram o quintal. Até parecia uma passeata da antiga UDN, cheia de vivas, interjeições e foguetórios. Mas o que teria a ver um "inhambu" alvi-celeste com aquela festa de jacus alvi-negros? O que teria a ver um avaiano/rubro-negro com aquela disputa entre a UDN do saudoso Fernando Viegas e a sublegenda udenista do Diomício Freitas?Nada e tudo. Ao contrário do Mengo, que vence até dormindo, o "azurra" padece de um urubu pousado em sua sorte, alguns deles fantasiados de juízes de futebol. Sábado, para variar, um desses urubus enxergou um pênalti-mandrake a favor do Grêmio. Pênalti roubado não entra, diz o ditado. E este não entrou. Mas e aqueles que deixaram de ser marcados na "semifinal" contra o Criciúma? Pênalti a favor do azul e branco não figura mais nas regras do futebol?Não vou chorar, como os botafoguenses. Ainda bem que sou pragmático - e não perco os amigos por causa do futebol.


Resolvi aceitar o Romanée Conti regado a queijo Gruyère e Selles-sur-Cher que um amigo de posses me estendeu, ainda que cercado por incômodo foguetório.A queijo dado não se olha o furo. Aceitei o repasto porque também sou campeão.


Comemoro o 30º campeonato carioca - pois não sei onde em mim acaba o Flamengo e começa o Avaí. As duas instituições são complementares. Ainda bem. No momento, só a minha porção rubro-negra festeja. Desconfio que a sua parte adormecida emergirá desta taça de Chateau Petrus, que meu amigo abonado me estende. Salut! Agradeçam ao Avaí por haver "entregue" dois turnos, um para o Figueira, outro para o Criciúma. Em todo caso, como é estranha essa "aritmética" regulamentar: o Tigre perdeu a primeira por 1 a 0. "Ganhou" a segunda por 3 a 2, mas, ganhando, perdeu. A sorte é mesmo um atributo continental!


Primeiro, o meu amigo bem que tentou "inticar", pelo telefone:


- Alguma novidade? E esse foguetório que estou ouvindo aí, ao fundo...?


- Foguetório? Nem notei. Sei lá! Deve ter chegado mais uma remessa de erva lá no Morro do 25!


- Fala sério, rapaz! Como é que te sentes agora, há mais de 10 anos na "fila"?


- Fila? Ah, é claro! Absurda essa fila ali perto do Koxixos. Duas sinaleiras separadas por menos de 100 metros. Ridículo. O Ipuf não saca nada de engenharia de trânsito.


- Não eras tu que vivias falando em "Leão da Ilha Formosa" e outras fantasias?


- Leão? Ilha? Olha, faz tempo que não faço uma fezinha. Da última vez joguei no 6, cabra, combinado com o 15, jacaré. Botei uma ficha também no 24, mas isso foi antes do Ronaldo apostar nos bambis de trombinha. Pensando bem, acho que interpretei mal. Se bambi usa trombinha, preciso jogar no elefante!


Agora, aqui nesta mesa de bar cercada de mal-agradecidos, elevo minha taça ao meu amigo campeão.Calminha.


O Jair Francisco Hamms também é Flamengo.

terça-feira, 6 de maio de 2008

OS MELHORES


Esta é a seleção do Campeonato Catarinense - na minha humilde opinião... (Vou com três zagueiros):


Wilson, Rodrigo Galo, Cláudio Luiz, Emerson e Asprilla; Batista, Cleiton Xavier, Marquinhos Santos e Válber; Vandinho e Beto.

Revelação: Jean Coral.

Técnico : Silas.

QUE FENÔMENO !




segunda-feira, 5 de maio de 2008


Agora é pensar na série B.
Praticamente todos os estaduais encerraram e já têm seus campeões definidos.

Abaixo uma relação definitiva com os times que irão participar da série B neste ano e suas colocações nos respectivos campeonatos estaduais.



ABC – CAMPEÃO POTIGUAR

AMÉRICA – 5o COLOCADO NO POTIGUAR

AVAÍ – 3o COLOCADO NO CATARINENSE

BAHIA – VICE-CAMPEÃO BAIANO

BARUERI – CAMPEÃO PAULISTA DO INTERIOR

BRAGANTINO – 13o NO PAULISTÃO

BRASILIENSE – CAMPEÃO NO CANDANGO

CEARÁ – 3o COLOCADO NO CEARENSE

CORÍNTHIANS – 5O COLOCADO NO PAULISTÃO

CRB – 4o COLOCADO NO ALAGOANO

CRICIÚMA- VICE-CAMPEÃO CATARINENSE

FORTALEZA – CAMPEÃO CEARENSE

GAMA – 4o COLOCADO NO CANDANGO

JUVENTUDE – VICE-CAMPEÃO GAÚCHO

MARÍLIA – 14o COLOCADO NO PAULISTÃO

PARANÁ – 3o COLOCADO NO PARANAENSE

PONTE PRETA- VICE-CAMPEÃO PAULISTA

SANTO ANDRÉ – VICE-CAMPEÃO PAULISTA SÉRIE A-2

SÃO CAETANO – 15o NO PAULISTÃO

VILA NOVA – 5o COLOCADO NO GOIANO

domingo, 4 de maio de 2008

O CHOCOLATE COLORADO




Parabéns, Débora.




O Internacional aplicou um chocolate no Juventude do Zetti sem dó nem piedade. PÔ... 8 a 1 é brincadeira!



O Fernandão jogou muito e agora é te aguentar desfilando com a faixa de CAMPEÃ pela casa. Parabéns e que o Inter faça uma boa campanha na Copa do Brasil e no Campeonato Brasileiro.


MERECIDO...

Rivalidades à parte o time do Figueirense mereceu o título de CAMPEÃO CATARINENSE pelo que fez, principalmente, na prorrogação. Qualquer jogo final é decidido no detalhe e o time do Estreito teve esse mérito. Mesmo porque, no segundo gol do Criciúma, houve impedimento claro não marcado pelo bandeirinha.
Foi um jogo digno de final repleto de emoções e o time do Estreito, apesar de não ser nenhuma BRASTEMP, está de parabéns pelo título conquistado.

Uma pena o Avaí não ter chegado nesta final, pois acredito que seria muito mais emocionante, apesar do Criciúma também ter valorizado esta conquista do time alvinegro.

Agora é ponto final no Catarinense e os olhares de todos os avaianos estão voltados para o início do Campeonato Brasileiro da Série B, que promete ser muito disputado e equilibrado.

sábado, 3 de maio de 2008

ROTH, O ARROGANTE


O arrogante técnico gremista falou ao final do amistoso de hoje na Ressacada que o Avaí se preparou para o jogo como se estivesse preparando para uma final de Copa do Mundo !!!

Menos, Celso Roth, menos.
O Avaí jogou como jogou todo o Campeonato Catarinense: com aplicação e com muita técnica. Só não ganhamos por um detalhe... Coisas do futebol.

Não temos culpa que a sua própria torcida não goste do seu trabalho. Tanto que na saída do jogo a única coisa que se ouviu foram os elogios de BURRO, BURRO, BURRO...


Menos, Roth, menos !

AMISTOSO SEM GOLS


Foi um bom amistoso. E, para variar, um péssimo árbitro. Aliás, quem falou que Jefferson Schmidt pode ser considerado um árbitro? No máximo, um soprador de apito, sempre querendo prejudicar o Avaí, mesmo em jogos amistosos.

Mas o falso juiz não conseguiu estragar o espetáculo em uma partida muito disputada.

Um pênalti (INEXISTENTE) cobrado por Soares (ex-Figuerense) defendido pelo Eduardo Martini e uma cabeçada do jogador Jean do Grêmio foram as jogadas mais perigosas do tricolor gaúcho.

O Avaí criou muito mais! Batista chutou uma bola na trave. O goleiro Vítor fez , pelo menos, três excelentes defesas Enfim, o Avaí criou e não conseguiu sair do magro placar zerado.

Mas valeu para conferir as estréias de dois bons jogadores: Arlindo Maracanã e Odair.

O lance curioso da partida foi a invasão de um torcedor gremista no campo de jogo. O goleiro Martini aplicou-lhe uma gravata derrubando-o e ajudando na ação da polícia contra o exibicionista. O goleiro avaiano teve seu nome cantado pela torcida presente. Pela defesa do pênalti e pela gravata aplicada no torcedor, Martini acabou sendo o nome do jogo...

MAIS UMA DA DUPLA !


Ontem, depois de ver o "paulistinha" da TVCOM dizer que, de "fonte" segura, o Vandinho já estava acertado com o Palmeiras resolvi perguntar ao Tullo, que é uma fonte muito mais segura, e a resposta tranquilizou-me bastante. Mesmo porque dos últimos furos de reportagem da dupla sertaneja a maioria mostrou ser somente especulações. Inclusive a multa contratual do nosso atacante está fixada num preço bem alto e se for paga dá pra contratar um outro centro-avante matador, COM CERTEZA! Valeu, Tullo...


Está no blog do Tullo hoje. Transcrevo abaixo:


Nosso amigo Valdez está preocupado com que o paulistinha da tv comunitária, disse ontem no programa, que faz de meia com o Jararaca, que Vandinho já é do Palmeiras, porque Luxemburgo exige ele no elenco do Verdão.

Valdez não te preocupes, primeiro que o Luxa não manda no Avaí, segundo que o Vandinho tem contrato até 2012 e a rescisão deverá ser paga à vista, terceiro o jogador não deseja sair agora do time e quarto o comentarista que deu a notícia, não tem credibilidade, pois não acerta nenhuma, depois que confessou que não lê o "blog deste senhor (eu)." Assim como é que vai saber as notícias?

Valdez, numa hipótese da venda de Vandinho, o Avaí terá oportunidade de trazer outro bom atacante e vai sobrar dinheiro para "dedéu".

Mas reafirmo: é mentira que o Vandinho está sendo negociado.O cara, aquele, quer criar problemas à paz que reina na Ressacada


Então, tá!
Nos vemos daqui a pouco na Ressacada para assistir o jogo-treino contra o Grêmio.